O Sporting termina a época 2018/2019 com a conquista de dois títulos e o terceiro lugar na I Liga. Apesar de ter partido muito atrás em relação aos rivais Benfica e FC Porto, os 'leões' conseguiram bater o FC Porto nas finais da Taça da Liga e Taça de Portugal, sempre nas grandes penalidades, e terminado no 3.º posto da Liga, atrás dos 'dragões' e do campeão Benfica.

Terminada a época, é hora de fazer contas e preparar a próxima temporada. Muitos jogadores vão sair, outros irão entrar, num plantel que terá mais qualidade para permitir Marcel Keizer lutar pelo título de campeão. Numa época com algumas dificuldades financeiras, o emblema de Alvalade espera realizar mais-valias, antes de atacar o mercado.

Para já, a única (quase) certeza é a saída de Bruno Fernandes. O internacional português é o jogador com mais mercado no plantel, depois de ter valorizado e muito: tornou-se no médio mais goleador de sempre na Europa, ao apontar 32 golos e ter participação direta em 50 golos do Sporting esta época. O Manchester City é um dos principais pretendentes e em Alvalade espera-se um encaixe de 70 milhões de euros pelo médio.

O jornal OJogo fez uma lista de jogadores que podem sair. Na sua edição desta segunda-feira, o matutino escreve que os 'leões' estão interessados em ouvir proposta por Bas Dost, mas o holandês nunca sairá por uma verba abaixo dos 20 milhões de euros. A saída de Bas Dost representa uma redução significativa na pauta salarial, já que o goleador ganha três milhões de euros por época, livres de impostos.

De saída estarão o lateral esquerdo Jefferson (vai entrar no último ano de contrato), o lateral direito Bruno Gaspar (custou 4,5 milhões de euros), o central André Pinton (vai perder espaço, com a chegada de Neto), os médios Francisco Geraldes (sem espaço com Keizer) e Petrovic ('tapado' por Doumbia). Diaby também estará na porta de saída mas os 'leões' querem recuperar os seis milhões investidos no seu passe. O Sporting espera negociar o maliano por 10 milhões de euros.

Outro jogador que deverá sair é Gudelj. O médio de 27, que estava emprestado pelos chineses do Guangzhou, vai tentar desvincular-se dos chineses e entrar em Alvalade a custo zero. Mas terá de baixar e muito o seu salário (o sérvio ganha 4,7 milhões de euros, livres de impostos) para permanecer no Sporting, ele que já manifestou vontade em ficar.

Frederico Varandas e André Viana vão ter muito trabalho pela frente nos próximos dias, de forma a planear bem a época, atacar o mercado para apresentar um Sporting a lutar pela Primeira Liga na próxima época.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.