eliminação do FC Porto na terceira pré-eliminatória da Liga dos Campeões vai ter consequências a nível financeiro. Os dragões caem da liga milionária para a Liga Europa e têm de apertar o 'cinto', visto que as receitas das duas competições são bastante diferentes.

Sérgio Conceição foi confrontado em conferência de imprensa com essa situação, mas lembrou que o objetivo da equipa é ganhar e não encher os cofres do clube.

"Em dois anos entraram mais de cem milhões de euros no FC Porto com as participações na Liga dos Campeões. Não faço parte das finanças e o meu grupo de trabalho tem é de ganhar títulos. Temos todo o gosto de contribuir para as finanças do clube, mas o nosso objetivo é ganhar", começou por dizer o treinador dos dragões.

FC Porto diz 'adeus' aos milhões: A diferença entre o encaixe da Champions e da Liga Europa
FC Porto diz 'adeus' aos milhões: A diferença entre o encaixe da Champions e da Liga Europa
Ver artigo

"As estatísticas valem zero para mim, não me interessa os pontos que fizemos na Liga dos Campeões o ano passado. Só me interessa o jogo de amanhã", atirou ainda Conceição.

Questionado ainda com as eventuais expetativas dos jogadores que chegaram ao FC Porto este ano com o objetivo de jogar na Liga dos Campeões, o treinador desvalorizou a questão.

"Vão jogar numa competição europeia. É normal que os jogadores que chegam ao FC Porto queiram lutar pelo campeonato e estar na Liga dos Campeões, mas não me parece que algum jogador vá embora por ter saído da Liga dos Campeões", concluiu Sérgio Conceição.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.