Jesualdo Ferreira concedeu uma entrevista ao jornal A Bola, em que recordou a passagem de quatro anos pelo FC Porto. O técnico português, atualmente a orientar o Al-Sadd, do Qatar, enalteceu o facto de ter conquistado três campeonatos consecutivos pelos 'dragões' e considera que o famoso caso do túnel da Luz acabou por ser decisivo para a interrupção da sequência vitoriosa do clube.

"Não era fácil uma pessoa ligada ao Benfica, como as pessoas diziam, poder chegar ao FC Porto e triunfar. Estive quatro anos no FC Porto, ninguém esteve quatro anos seguidos lá até hoje. (…) E ninguém ganhou três campeonatos seguidos no FC Porto. Nem no FC Porto nem no futebol português", começou por dizer Jesualdo Ferreira.

"Tetra? Foi um objetivo que não cumpri, vencer esse campeonato. E estou convencido ainda hoje que se não fosse esse caso [caso do túnel da Luz] teríamos sido campeões. O FC Porto teria feito o penta e eu teria feito o tetra. Esse episódio do túnel foi decisivo", explicou.

O técnico português falou ainda sobre a passagem pelo Benfica, como adjunto e enquanto treinador principal.

"Em 1994 ganhámos o campeonato e essa data é fundamental porque é o último ano em que o Benfica vence na década de 90. Só volta a ganhar 11 anos depois, em 2005, com o Trapattoni. Este interregno é a área mais negra da história do Benfica. E é nessa altura que entro com o Luís Filipe Vieira num momento muito difícil para o Benfica. Aí volto numa função mais distinta mas mais tarde fico como treinador principal. Mas é evidente que não havia condições mínimas, nem para mim nem para ninguém… Fica a mágoa de não ter podido fazer mais pelo Benfica como técnico principal, do que aquilo que era permitido na altura ao próprio Benfica", observou.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.