O Conselho de Disciplina (CD) da Federação Portuguesa de Futebol (FPF) decidiu suspender Raúl Silva por dois jogos, na sequência da agressão a Marcos Acuña no Sporting-Sporting de Braga do último domingo, avança o jornal Record.

O castigo foi aplicado depois do Sporting ter avançado com uma participação junto da Comissão de Instrutores da Liga. O organismo abriu um auto por flagrante delito e a concluiu que havia razão para punir o futebolista brasileiro.

O defesa central bracarense foi castigado com recurso às imagens televisivas, depois do lance ter passado despercebido ao árbitro Jorge Sousa e ao VAR.

Raúl Silva viu também o quinto amarelo na Liga nessa partida, pelo que irá ficar de fora nas próximos três jogos do emblema bracarense: Belenenses, FC Porto (Taça de Portugal) e Rio Ave.

O Regulamento Disciplinar não prevê a anulação do cartão amarelo que lhe foi mostrado, o que teria acontecido se o defesa tivesse sido expulso durante o encontro.

Confira o lance em causa:

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.