Pedro Proença poderá ter os dias contados como presidente da Liga de Clubes. Segundo avança esta quarta-feira a Rádio Renascença, uma maioria dos emblemas que integram o escalão principal do futebol vai mesmo pressionar o atual líder do organismo a apresentar a sua demissão já na reunião agendada para esta quinta-feira.

De acordo com aquele órgão de comunicação, dez dos 18 clubes da I Liga estiveram reunidos terça-feira e um dos temas em agenda foi precisamente a liderança de Pedro Proença bastante criticado por emblemas como o Benfica.

Mas as 'águias' não estarão sozinhas nas críticas apontadas ao antigo árbitro. Também o rival Sporting, o Sporting de Braga, o Marítimo, o Famalicão ou Boavista terão apontado o dedo a Proença, numa reunião entre dirigentes de clubes na qual não participaram representantes FC Porto, Paços de Ferreira e Vitória de Setúbal.

Na base deste crescente descontentamento, ainda de acordo com a 'Renascença', estará a carta dirigida por Pedro Proença ao Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, e outra de igual teor enviada ao Governo, na qual o presidente da Liga de Clubes sugeria que os responsáveis do Estado exercessem a sua influência com vista a que as operadoras de televisão permitissem a transmissão de jogos em sinal aberto.

Algo que as operadoras - em particular a NOS, patrocinadora da competição - e, por consequência, os clubes, não gostaram.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.