O Portimonense conquistou um importante triunfo na luta pela manutenção, ao bater o Boavista por 2-1 em Portimão, encontro da 32.ª jornada da I Liga. Os algarvios deixam os lugares de descida e igualam assim o Vitória de Setúbal na tabela, ambos com 30 pontos. Marcaram Willyam e Lucas para os de Portimão, Marlon para os nortenhos.

Nas últimas duas jornadas, o Portimonense joga fora com o Paços de Ferreira e termina a Liga em casa com  Desportivo das Aves. O Vitória de Setúbal joga em Alvalade na próxima ronda e acaba em casa com o Belenenses SAD, outra equipa que luta pela permanência, tal como o Tondela e o Paços.

Veja as melhores imagens do jogo

A derrota do Vitória de Setúbal na noite anterior dava ânimo ao Portimonense, que assim tinha mais uma oportunidade para deixar a zona de descida. Um triunfo frente ao tranquilo Boavista deixaria os algarvios com os mesmos 30 pontos dos sadinos, quando faltam duas jornadas para o final da prova. A luta pela manutenção será até a última.

A equipa de Paulo Sérgio, que conseguiu três vitórias e dois empates desde a retoma da Liga (sete jogos), entrou forte no encontro e colocou o guarda-redes Helton Leite à prova logo aos cinco minutos: Lucas Fernandes rematou cruzado, o guardião boavisteiro fez uma grande defesa.

Quatro minutos depois, novo voo de Helton Leite, agora a remate de Junior Tavares de fora da área. O brasileiro viria a ser um dos homens do jogo, ao negar o tento aos algarvios em várias ocasiões.

Aos 14, nada podia fazer para travar o remate de cabeça do central Willyam, jogador que abriu o ativo, após canto de Tabata. A equipa que dominava e que mais precisa de pontos estava na frente do marcador.

O 2-0 esteve à vista aos 19 minutos em duas ocasiões: primeiro foi Lucas Possignolo a falhar o remate na área após centro de Candé; depois foi Hackman a cabecear para fora, após canto, quando estava em boa posição.

Sempre melhor em todos os aspetos e depois de ameaçar, o 2-0 do Portimonense chegou mesmo, aos 40 minutos, após grande penalidade de Obiora sobre Tabata. Mas o mérito do lance é de Aylton Boa Morte, que deixou dois boavisteiros para trás, entrou na área e serviu o colega de equipa. Lucas Possignolo não tremeu e fez o segundo.

Para o segundo tempo, Daniel Ramos lançou Cassiano e Bueno nos lugares de Stojiljkovic e Obiora para tentar algo do jogo. A sua equipa tinha sentido muitas dificuldades em subir no terreno com bola. Bueno foi jogar nas costas do avançado, para tentar pegar no jogo e construir.

Só aos 59 minutos apareceu a primeira oportunidade de golo dos nortenhos: a defensiva do Portimonense perdeu a bola em zona proibitiva, Cassiano isolou-se mas rematou para grande defesa de Gonda.

Vendo o seu colega de baliza brilhar, Helton Leite fez questão de mostrar que a noite das grandes defesas era dele: aos 60, Junior Tavares teve tempo para rematar forte e colocado mas o brasileiro voou para defesa vistosa; repetiu a dose no mesmo minuto, no canto, num cabeceamento à queima-roupa de Vaz Té. Grande exibição de Helton Leite em Portimão.

Daniel Ramos arriscou mais para a última meia hora com a colocação dos avançados Mateus e Heriberto em campo nos lugares de Gustavo Sauer e Cardoso. Só que, pouco tempo depois, aos 74 minutos, ficou com menos um, após expulsão de Yusupha Njie: o avançado travou um contra-ataque prometedor dos algarvios e viu o segundo amarelo no jogo e consequente vermelho.

Mesmo com menos um, os axadrezados reduziram aos 85, num livre direto apontado de forma irrepreensível por Marlon. Gonda voou mas sem sucesso.

Um golo que deu ânimo à equipa que partiu na procura do empate. Faltavam cinco minutos (tempo de desconto) para o Boavista tentar o empate e o Portimonense manter esta magra e importante vitória. A equipa de Paulo Sérgio conseguiu segurar os três pontos e assim deixar zona de despromoção, onde estava desde janeiro.

Com este triunfo, o Portimonense subiu ao 16.º lugar, com 30 pontos, os mesmos do que o Tondela, 15.º e que ainda hoje joga em casa do Gil Vicente, e do que o Vitória de Setúbal, 17.º e que baixou à zona de despromoção nesta ronda, ao perder, na segunda-feira, na receção ao Famalicão por 2-1.

O Boavista, que garantiu há algumas jornadas a manutenção, ocupa o 12.º lugar, com 38 pontos.

Veja o resumo do jogo.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.