Jorge Nuno Pinto da Costa já reagiu ao acórdão do Tribunal da Relação sobre o caso E-Toupeira. O presidente do FC Porto diz-se "chocado" pelo facto do juiz apontar falhas à Polícia Judiciária.

"Ouvi na rádio uma coisa que me entristeceu, que foi o facto de dizer que o juiz atribuiu à Polícia Judiciária a culpa de não ter feito bem o seu trabalho. Se o escreveu, acho muito lamentável, porque se há entidade que merece todo o respeito e tem uma história e trabalho exemplares, é a Polícia Judiciária. Se foi para atirar a responsabilidade da decisão para cima da Polícia Judiciária, é realmente lamentável", afirmou o presidente dos dragões em declarações ao FC Porto Canal.

Em relação à não-pronúncia do Benfica, Pinto da Costa não se mostrou surpreendido pela decisão.

"Não me admirou nada. Só fiquei chocado em ouvir que o juiz se defendeu da sua decisão atirando a responsabilidade para a ineficácia da Polícia Judiciária".

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.