Em entrevista concedida ao jornal 'O Jogo' e publicada na edição desta quarta-feira daquele jornal, Shoya Nakajima falou da sua adaptação ao FC Porto, que reconheceu ter demorado algum tempo, mas garantiu sentir-se agora totalmente integrado no clube.

"É verdade que a época do FC Porto não começou tão bem como eu e todos imaginávamos e sinto que, pessoalmente, demorei um pouco a adaptar-me a esta nova realidade. Aprendi muito desde o início da temporada. No momento em que estava a ter um ascendente de forma e a ajudar mais, lesionei-me. Atualmente, já depois da recuperação, sinto que voltava a atravessar uma fase boa, juntamente com a equipa", afirma o internacional japonês.

Na mesma entrevista, Nakajima destaca a forma como o FC Porto conseguiu regressar ao topo da classificação, depois de estar a sete pontos de distância do rival Benfica. "Não fico surpreendido pela recuperação no campeonato. O compromisso, a certa altura, era o de que juntos e com muita crença iríamos chegar ao topo. Por isso, a mim não me surpreendeu lá chegar, porque conheço e sinto a força do grupo", sublinhou.

Nakajima falou ainda de como está a encarar e a viver a paragem forçada da competição e tudo o que tem envolvido a pandemia Covid-19. "Está a ser muito difícil. Nunca passámos por uma situação destas, nem em Portugal, nem no Japão ou no Catar. O facto de ter uma filha bebé deixa-me ainda mais apreensivo. Mas creio que é natural todos estarmos com receio, porque este é um inimigo invisível", referiu na entrevista concedida àquele diário desportivo.

Contratado esta temporada pelo FC Porto ao Al-Duhail, Nakajima soma um golo em 28 jogos pelo FC Porto no conjunto de todas as competições esta temporada.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.