A contenção financeira vivida nos clubes portugueses faz com que os principais emblemas tenham de apostar mais na 'prata da casa' para valorizar e fazer mais valias. Nos últimos anos vários jovens futebolistas têm deixado Portugal para continuar as suas carreiras por essa Europa fora. O Benfica tem liderado nas vendas de jogadores jovens e tem sabido tirar partido do trabalho realizado no Seixal. Uns, com poucos minutos na equipa principal, outros após mostrarem qualidades na Liga e na Europa, os 'encarnados' têm sabido potenciar o talento que abunda em Portugal.

Veja a galeria de jovens que podem dar nas vistas esta época

Saiba tudo sobre o início da Primeira Liga

Com dificuldades em chegar aos jovens talentos da América Latina, é cada vez mais imperioso apostar no talento nacional até porque, em caso de transferências, a 'fatia do bolo' será maior. Esta época, muitos jovens jogadores fizeram a pré-época no FC Porto, Benfica e Sporting, alguns deles com perspetiva de ficarem nos respetivos planteis e, quem sabe, mostrar valor na Primeira Liga.

FC Porto: Conceição tem soluções centrais e laterais e miúdos com golo nos pés

Com dificuldades em contratar no mercado de transferências, o FC Porto vê-se obrigado a ter de apostar mais no que é feito nos escalões de formação do Olival. Sérgio Conceição desespera por reforços, mas a SAD terá de fazer incursões cirúrgicas no mercado, dada a falta de liquidez para arriscar nas apostas.

Depois de vender Rúben Neves e André Silva, dois jogadores 'Made In Olival' que deixaram o clube no início da última época e ainda Diogo Dalot, que ingressou no Manchester United já neste verão, os 'dragões' podem ser obrigados a olhar para dentro de casa, caso não consigam os jogadores pretendidos lá fora. Para já, para colmatar as vendas de Diogo Dalot e Ricardo Pereira, o clube foi até ao Brasil contratar o lateral João Pedro, jogador de 21 anos que jogava no Palmeiras.

Ainda na defesa, Sérgio Conceição tem apostado no jovem Diogo Leite, jogador que recentemente renovou contrato e abdicou da participação no Europeu de sub-19 para tentar um lugar no plantel azul-e-branco. Diogo Leite, que jogou na equipa B, Youth League e Premier League International Cup na época passada, é visto como um valor promissor para o futuro. A falta de centrais (só há Felipe, Mbemba que chegou e já se lesionou e Militão que chegou após a Supertaça, pode levar Conceição a apostar no jovem defesa de 19 anos. Os centrais Marcano e Diego Reyes, que terminaram contrato e saíram.

À esquerda só existe Alex Telles mas, caso o clube não consiga nenhuma solução no mercado, a aposta deverá recair em Oleg Reabciuk. O internacional moldavo, que fez toda a sua formação nos azuis-e-brancos, tem valor e Sérgio Conceição poderá querer ficar com ele no plantel. No jogo com o Portimonense, assistiu André Pereira para o 1-2.

No meio-campo, Bruno Costa é outro jogador que tentará o seu 'lugar ao Sol'. O médio de 21 anos já jogou na equipa principal na época passada na Liga dos Campeões, no empate 0-0 frente ao Liverpool em Anfield (2.ª mão dos oitavos-de-final da Champions), numa temporada onde brilhou na equipa dos 'dragões'. A concorrência é forte, mas o facto de pode fazer várias posições pode ajuda-lo a permanecer às ordens de Conceição.

Na frente, é André Pereira quem mais tem brilhado. O jogador, que esteve cedido ao Vitória de Setúbal durante seis meses na época passada, tem mostrado 'faro' para o golo e tem impressionado Conceição. Marcou cinco golos em seis jogos da pré-época, e Sérgio Conceição já lhe garantiu que fica no plantel, que conta apenas com Soares e Aboubakar para a frente. Gonçalo Paciência foi vendido, o camaronês poderá ter o mesmo destino.

Benfica: há muito talento jovem, mas a concorrência é feroz

O Benfica é o clube com mais soluções entre os jovens, mas também aquele onde a concorrência é maior. O clube tem vindo a reforçar-se em todos os sectores com jogadores com provas dadas, o que torna difícil a aposta nos jovens.

Svilar, guarda-redes de 18 anos, deverá ser emprestado para ter mais minutos ou então ficar como segunda opção, depois de ter estado quase toda a época passada no banco.

Na defesa, o clube contratou Tyronne Ebuehi, lateral direito internacional nigeriano de 22 anos, que esteve no Mundial2018, e fez regressar o lateral esquerdo Yuri Ribeiro. O jovem português deverá permanecer no plantel e ser uma alternativa a Grimaldo, jogador que poderá deixar o clube da Luz até ao final de agosto. Ebuehi iria lugar com André Almeida pela titularidade na direita, lesionou-se com gravidade pelo que só deverá regressar daqui a três meses e meio. No centro, Rúben Dias, de 21 anos, já é uma certeza e esta deverá ser a sua época de afirmação.

Na zona intermédia, Rui Vitória tem apostado em Gedson Fernandes. O médio de 19 anos fez 54 jogos na época passada, entre Benfica B e seleção de sub-19 de Portugal. É visto como uma das grandes promessas do Benfica, mas a concorrência de Pizzi, Fejsa, Samaris e Krovinovic deverá relega-lo para um segundo plano. Apesar disso, tem sido aposta regular de Rui Vitória e até foi titular no primeiro jogo oficial das 'águias' frente ao Fenerbahçe. Pode ser o novo 'Renato Sanches', apesar de ser mais velho. Há ainda Alfa Semedo, jovem de 20 anos que o Benfica foi contratar ao Moreirense para ser uma alternativa a Fejsa.

O extremo João Félix, de apenas 18 anos, também deverá ficar no plantel do Benfica. O virtuoso jogador terá mais minutos esta época e pode muito bem ser uma boa alternativa a Rafa, Cervi, Zivkovic e Salvio. Esta pode ser a época de ‘explosão de um dos mais promissores jogadores portugueses da atualidade.

Sporting: abram alas para a juventude

A debandada de jogadores do plantel principal do Sporting através da rescisão por justa causa, após as agressões sofridas pelos mesmos em Alcochete, coloca um desafio a José Peseiro mas também a administração do clube, liderado até 8 de setembro (dia das eleições do clube) por Sousa Cintra. Dos nove que rescindiram, Bruno Fernandes, Battaglia e Bas Dost, são os únicos que voltaram atrás e já foram integrados nos trabalhos de pré-época, após o Mundial 2018. William Carvalho, Gelson Martins, Rafael Leão e Rui Patrício já assinaram por outros clubes, sendo que William saiu após entendimento entre os 'leões' e o Bétis.

José Peseiro terá de trabalhar com muitos jovens, alguns deles de regresso após empréstimo, outros que são reforços. Matheus Pereira e Raphinha, ambos com 22 anos, são os nomes que deram nas vistas na pré-época. O primeiro voltou de um empréstimo ao Desportivo de Chaves, onde esteve em grande nível (30 jogos, oito golos) e é uma alternativa para as alas. O segundo foi contratado ao Vitória de Guimarães onde marcou 18 golos em 43 golos na temporada transata. Os dois deverão ser uma aposta de Peseiro para a nova época.

Com a saída de Gelson Martins (ingressou no Atlético Madrid), os dois jovens deverão juntar-se a Acuña e os regressados Carlos Mané e Nani como alternativas nas laterais ofensivas dos 'leões'.

Jovane Cabral é outro jogador chamado por Peseiro para a pré-época. O extremo cabo-verdiano de 20 anos não deverá fica no plantel, face a forte concorrência, apesar de ter mostrado bons pormenores durante a pré-época.

Até 31 de agosto, dia de fecho do mercado em Portugal, muita coisa pode mudar. Alguns jovens que estão a fazer a pré-época nos ‘três grandes’ podem ser cedidos a outros emblemas para ganharem mais rodagem ou serem colocados nas equipas B. Mas outros podem permanecer nos planteis e ter mais oportunidades para mostrar valor.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.