O treinador do Desportivo de Chaves, Luís Castro, disse hoje que a deslocação a Portimão, no domingo, a contar para a 14.ª jornada da I Liga portuguesa de futebol, vai exigir o “máximo” da equipa.

“Este desafio vai exigir o máximo de nós, mas estamos preparados, conscientes, determinados e com a ambição de trazer pontos de Portimão, mesmo debaixo de um cenário de dificuldades”, afirmou Luís Castro, na conferência de imprensa de antevisão à partida que opõe o seu emblema à equipa comandada por Vítor Oliveira.

“O Portimonense desde dia 22 de setembro que não perde para a I Liga, dos 16 pontos que tem na tabela 13 foram conquistados em casa, o único jogo em que não marcou golos foi este último no Estoril-Praia, portanto, contextualizando isto tudo leva-nos a crer que vamos ter dificuldades”, referiu.

O técnico salientou que todos os jogos têm características diferentes, assim como graus de dificuldades, mas as ambições são sempre as mesmas, ou seja, a conquista dos três pontos.

A braços com sete baixas por lesões, já há semanas consecutivas, Luís castro revelou que irá, novamente, convocar os 20 jogadores disponíveis.

Questionado sobre se as lesões poderão estar relacionadas com as baixas temperaturas que se fazem sentir em Trás-os-Montes, o timoneiro dos transmontanos considerou que as lesões podem ser originadas por vários e diferentes fatores.

O Desportivo de Chaves, 11.º classificado com 15 pontos, visita o Portimonense, nono com 16, no domingo, às 16:00, em jogo da 14.ª jornada da I Liga

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.