Não é segredo para ninguém: o Sporting tem um défice de opções na frente de ataque. Com as saídas de Bas Dost e depois de Raphinha e Diaby, os 'leões' ficaram de arranjar uma solução e até conseguiram-no no último dia do mercado, com os empréstimos de Bolasie e Jesé Rodriguez, jogadores com perfis diferentes do holandês que foi transferido para o Eintracht Frankfurt. Neste momento, só há um avançado centro no plantel: Luiz Phellype.

Com Pedro Mendes a brilhar nos sub-23, era de esperar que o jovem avançado fosse inscrito na I Liga, algo que não veio a acontecer. Esta decisão causou alguma perplexidade no universo leonino mas também entre comentadores de futebol que questionam o porquê de o Sporting não ter inscrito o jogador na prova, tendo em conta a falta de opções na frente de ataque.

Esta quarta-feira, na antevisão do jogo com o PSV, da primeira jornada da fase de grupos da Liga Europa, o técnico Leonel Pontes explicou o porquê de o avançado não ter sido inscrito.

"Uma das primeiras decisões tomadas foi inscreve-lo na Liga Europa, uma vez que no campeonato [ele não foi inscrito porque] a data já tinha expirado", justificou Leonel Pontes, quando questionado sobre a chamada do avançado para a Liga Europa.

"Nenhum deles está preparado para uma competição desta natureza, mas temos que os iniciar. Não é o melhor contexto para o Pedro Mendes, mas tendo em conta as caraterísticas e o rendimento, temos que aproveitar o balanço para lhe dar esta oportunidade. O Sporting, enquanto instituição, tem sido um pioneiro no lançamento de jogadores para o alto nível", terminou.

Pedro Mendes já leva sete golos marcados em seis jogos na Liga Revelação.

PSV Eindhoven e Sporting defrontam-se na quinta-feira, em jogo da primeira jornada do grupo D da Liga Europa de futebol, no Philips Stadion de Eindhoven, Holanda, às 18:55 locais, 17:55 de Lisboa.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.