O jornal Correio da Manhã escreve este domingo na edição impressa que o Ministério Público está a investigar várias transferências e contratos de direitos de imagem de jogadores de futebol.

De acordo com a mesma fonte, os inquéritos foram abertos pelo Departamento Central de Investigação e Ação Penal (DCIAP) na sequência de comunicações recebidas do Fisco, por suspeita de fraude fiscal e branqueamento de capitais.

O generalista avança ainda que desde 2016, na sequência do Football Leaks, o Fisco tem passado a pente fino os negócios do futebol, cujas principais transferências atingem um valor total acumulado superior a 520 milhões de euros entre Benfica, FC Porto, Sporting e Sporting de Braga.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.