Jorge Silas fez a antevisão à visita do Sporting ao Vila do Conde, frente ao Rio Ave no próximo sábado, em encontro a contar para a 21.ª jornada da Primeira Liga.

Ambiente de tensão em Alvalade

"Condeno todos e quaisquer atos de violência tanto dentro como fora dos recintos"

"Não digo que [o ambiente em Alvalade] tenha afetado [o ultimo jogo]. Obviamente que se tivermos todos a remar para o mesmo lado é mais fácil. Mas não tem afetado, aliás falei na ultima conferencia de imprensa do apoio dos adeptos, mostrando o seu desagrado e levaram-nos à vitória. Temos de ser nós a dar motivos para os adeptos apoiarem a equipa"

Rio Ave

"Nós não preparamos o jogo a pensar muito naquilo que é a dinâmica do adversário. Claro que os conhecemos e temos de os conhecer para saber o que anular. Preparamos a equipa mais para atacar do que para defender. Eles tem bons jogadores, mas nós tambem e eles vão ter de se preocupar connosco. Nós se atacarmos bem condicionamos muito o Rio Ave, essa é a minha preocupação, condicionar o Rio Ave. Eu tenho sido sempre isto, não preparo a equipa só a pensar no que o adversário faz ofensivamente, preparo tendo em conta o que fazermos ofensivamente"

Acuña

"Se o Acuña não puder participar... Perdemos muitos jogadores nos últimos tempos... Se não puder participar temos de meter outros e a verdade é que que temos muito jovens que treinam com grande ambição de representar o Sporting e com o tempo estão-se a mostrar. Se não puder participar temos de procurar outras soluções que já estão pensadas.

Edu para o lugar de Vietto

"O Edu é diferente do Bruno e do Vietto. Eu acho que olhando aquilo que foi a constituição do plantel e agora que percebo melhor o plantel, eu percebo que foi criando com base no 4-3-2-1, os jogadores estão muito confortáveis com ele. Não tendo Bruno e Vietto temos de pensar noutras alternativas, pensar em linhas de três, etc... Porque há jogadores que estavam na ideia inicial do 4-3-2-1, e agora já não estão. O Edu é um médio mais defensivo, se calhar quando chegou cá foi a pensar nisso. Não podemos pensar nele como um 10. Eu não olhava para o Edu nessa posição, mas ele pode jogar noutro sistema. Em Braga foi um dos melhores jogadores, tem uma capacidade de aceleração que em Portugal é rara, existem muitos poucos jogadores com estas características. Mas não podemos pensar no Edu como um 10"

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.