O Inter de Milão terá enviado um representante a Lisboa, com o intuito de observar e recolher informações sobre dois jogadores do FC Porto.

Trata-se de Éder Militão e Héctor Herrera, segundo revela o portal italiano Calciomercato. No entanto, em ambos os casos, a curiosidade dos 'nerazurri' está longe de ser novidade.

No caso do mexicano, o facto de o contrato com os 'dragões' terminar em junho do próximo ano - e de o jogador não parecer disposto a renovar o seu vínculo - poderá facilitar uma possível transferência no mercado de janeiro, a custo zero.

Quanto ao central brasileiro, considerado um craque em potência, já tinha sido associado ao emblema de Milão antes de acertar a transferência para os 'azuis e brancos'. O caso de Militão acaba por ser diferente do de Herrera, uma vez que o polivalente defesa tem contrato com o FC Porto até 2023 e uma cláusula de rescisão no valor de 50 milhões de euros.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.