A SAD do Sporting Clube de Portugal pagou na temporada passada 3,848 milhões de euros em 'prémios de desempenho e performance desportiva', um valor que significou um crescimento de 337,3% em relação à época anterior.

De acordo com os dados revelados esta sexta-feira pelo jornal Correio da Manhã, o valor em prémios desportivos e de desempenho quase quadriplicou no Sporting na última temporada com Bruno de Carvalho na liderança da SAD.

Apesar dos fracos desempenhos desportivos da equipa de futebol principal em que os 'leões' venceram apenas a Taça da Liga e terminaram o campeonato em terceiro lugar, o que os afastou da Liga dos Campe~eos, a direção liderada por Bruno de Carvalho pagou 3,8 milhões de euros em prémios.

Segundo o relatório e contas da SAD leonina da temporada 2017/2018, neste valor estão incluídas "as remunerações variáveis que dizem respeit a prémios atribuídos aos atletas e equipa técnica pelo desempenho colectivo e prémios de performance individuais, incluídos em alguns contratos de trabalho, determinados em função do número de participações como titular da equipa nas diversas competições"

Estas remunerações atingiram os 3,387 milhões de euros, uma subida de quase 360%, pode ler-se no documento a que o Correio da Manhã teve acesso.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.