O negócio ficou alinhavado na semana antes do Natal, quando o presidente do clube brasileiro esteve em Lisboa, na companhia de Edér Luis, que também era cobiçado pelo FC Porto.

Para que o avançado represente o clube da Luz faltam apenas limar algumas arestas, principalmente no que respeita à percentagem do passe do atleta com que ficará o Benfica, já que o Atlético Mineiro detém 50 por cento dos direitos do jogador e o restante à cadeia de supermercados Bretas.

Quem poderá entrar no negócio é Felipe Bastos, mas Wanderley Luxemburgo, técnico do Mineiro pretende Felipe Menezes, mas Jorge Jesus não quer dispensar para já o jogador.

“No Brasil acompanha-se sempre o Benfica. É uma grande equipa, com uma grande história. Neste momento o clube [Atlético Mineiro] ainda não me comunicou nada. O presidente tem estado em Portugal e só deve chegar amanhã [hoje]”, disse Edér Luis ao jornal O Jogo.

Com características de avançado, que agradam a Jorge Jesus, que já o segue há algum tempo, Edér Luis foi o segundo melhor marcador do Atlético Mineiro , com 22 golos marcados em 57 jogos.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.