Sérgio Conceição não queria mas lá teve de responder: o técnico foi questionado sobre as palavras de Manuel dos Santos eurodeputado do PS que o criticou nas redes sociais. Na antevisão do jogo com o Marítimo, o técnico criticou o facto de haver um deputado "a espalhar ódio nas redes sociais".

"Não sou obrigado a conhecer todos os parasitas do nosso país. Custa-me é um deputado, que vive à custa de dinheiros públicos, andar a espalhar ódio nas redes sociais", atirou.

Manuel dos Santos, adepto do Benfica tinha chamado o técnico do FC Porto de "complexado e aldrabão compulsivo", a respeito das duas declarações sobre João Félix, ainda a respeito do facto de o treinador não ter cumprimentado o jogador do Benfica no Clássico no Dragão.

No Twittter, (a publicação foi depois apagada), Manuel dos Santos, que é eurodeputado eleito pelo Partido Socialista, escreveu que Sérgio Conceição não prestava.

"Porque é que este grunho passa a vida a dizer 'não sou hipócrita'? Precisa que acreditemos? [...] Nunca foi deplorável, foi sempre desprezível!", atirou, em resposta a um outro utilizador daquela rede social.

Mais tarde viria a pedir desculpas, lamentando o que escreveu e sublinhando que as críticas tinham a ver com "paixões clubísticas"

"Estou surpreendido com a dimensão mediática que atingiram alguns comentários que publiquei acerca de afirmações de outros, sobre o treinador do FCP Sérgio Conceição. Os meus comentários devem ser entendidos, apesar da sua errada formulação, num quadro de análise desportiva", começou por dizer Manuel dos Santos, no Twitter.

"Na sequência do tuíte anterior, informo que a minha apreciação sobre agentes desportivos, se limita apenas à apreciação das paixões clubísticas. Sem embargo, naturalmente, da inadequada formulação que utilizei e que, profundamente, lamento", terminou o eurodeputado, eleito pelo Partido Socialista

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.