Declarações de Carlos Carvalhal, treinador do Rio Ave, à Sport TV, após o empate (1-1) frente ao Vitória de Guimarães (1-1), no Estádio dos Arcos, em jogo em atraso da primeira jornada da I Liga.

"Era importante desmontar as linhas fortes do Vitória nos momentos defensivos e, na primeira parte, com passes e desmarcações, conseguimos. Sabíamos que tinha de ser um jogo de paciência e que seria importante chegar primeiro ao golo. Conseguimos tudo isso, mas, para mim, o momento do jogo é o golo do empate, porque nos obrigou desgastar."

"Com a expulsão [de Borevkovic, aos 57 minutos], o jogo inverteu-se. O Vitória assumiu o controlo, teve mais oportunidades, mas conseguimos responder às dificuldades, juntámos as linhas, e tentámos apostar nas transições."

"Acabámos por conseguir um ponto, que não é bom nem é mau. Somamos agora sete no campeonato, mas o mais importante foi perceber o nível de coesão da equipa. Foi pena não termos sido mais eficazes e, se não tivéssemos sofrido aquele golo, a história do jogo poderia ter sido outra."

[Sobre a prestação no campeonato] "Estamos satisfeitos, perdemos pontos em jogos que acabámos reduzidos a 10 elementos, e nos outros tivemos vitórias boas. Estamos bem posicionados, mas estamos apenas no início."

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.