Bruno Paixão não será VAR em 2019/2020. O polémico juiz de Castelo Branco deixou os relvados em 2018 e foi vídeo-árbitro nas últimas duas épocas. Agora fará parte dos 133 observadores do Campeonato de Portugal e categorias inferiores, como os escalões de formação.

O anúncio foi feito esta quinta-feira pela Federação Portuguesa de Futebol.

Aos 45 anos, Bruno Paixão deixa os campeonatos profissionais.

Nos últimos dois anos tinha-se dedicado exclusivamente a ser vídeo-árbitro, muitas vezes com decisões polémicas.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.