Foi uma noite de altos e baixos para o Benfica, que, apesar de tudo, conseguiu o que pretendia: a liderança isolada do campeonato, ainda que provisória, uma vez que SC Braga e Sporting só se defrontam esta segunda-feira. João Félix estreou-se a titular, marcou pela segunda vez - já soma mais golos do que qualquer avançado dos 'encarnados' na presente temporada - mas acabou por deixar o relvado em lágrimas, depois de se lesionar sozinho, dando lugar a Cervi, a quem havia 'roubado' a titularidade.

Recém-entrado, o argentino fez o 2-0 diante do Aves e sossegou as hostes 'encarnadas', numa altura de maior desconcentração da equipa da casa. Jonas somou os primeiros minutos oficiais na presente temporada, após várias semanas de paragem devido a lesão, e dez minutos depois da entrada do brasileiro, era Grimaldo quem saía da partida queixoso. Resumindo: uma noite de altos e baixos.

João Félix, 18 anos, que já tinha marcado frente ao Sporting, foi uma das surpresas reservadas por Rui Vitória para esta partida; a outra prendia-se com a saída de Gedson, outra jovem 'pérola' do Seixal, para dar lugar a Gabriel, jogador contratado neste verão. O 'miúdo' abriu o marcador aos 34 minutos, na resposta a uma grande assistência de Pizzi, picando a bola sobre Beunardeau. E se o Benfica só não fez mais naquela primeira parte por alguma ineficácia e pela inspiração do guarda-redes dos avenses. Porque a primeira parte foi de ascendente total para as 'águias'.

Salvio foi quem dispôs de mais oportunidades, e se na primeira desperdiçou um lance com potencial evidente, nas outras duas contou com a oposição do guardião francês que, neste arranque de época, tem mostrado capacidade para outros 'voos'. Seferovic também esbarrou em Beunardeau, que, à passagem da meia-hora, contou com a preciosa ajuda de Rodrigo Soares, providencial a impedir o golo de Pizzi. Só aos 45 minutos, já depois do 1-0 e de uma bola enviada ao poste por Salvio, é que Vlachodimos foi chamado a intervir, desviando para canto o remate de fora da área de Elhouni.

A vantagem magra dos 'encarnados' não espelhava, de todo, o domínio avassalador e as muitas oportunidades criadas, ainda assim, tudo parecia correr às mil maravilhas para a equipa de Rui Vitória, que procurava 'enterrar' a derrota a meio da semana com o Bayern Munique. E ainda havia Jonas no banco, pronto para fazer esquecer a história de um calvário de lesões.

Até que vieram as dores de cabeça: primeiro foi João Félix, que acabou por sair logo no início da segunda parte, lavado em lágrimas, devido a lesão; mais tarde seria Grimaldo a abandonar o relvado, também com queixas. Com Cervi no lugar do 'miúdo', o Benfica ganhou aceleração na ala esquerda, mas perdeu alguma clarividência, o que permitiu ao Aves chegar mais perto da baliza de Vlachodimos, não fosse a total falta de discernimento de Mama Baldé na hora de rematar (58').

Mesmo com um pendor ofensivo bastante menor, o Benfica não desistiu de procurar o 2-0 e aos 62' o recém-entrado Cervi aumentou a contagem: passe rasteiro de André Almeida a encontrar o extremo argentino sozinho na área, com este a rematar de pé direito e a bola a sofrer um ligeiro desvio que engana Beunardeau. Já as poucas situações de que o conjunto da Vila das Aves dispôs nasceram de distrações de Grimaldo e Gabriel, mas nem Derley nem El Adoua conseguiram fazer melhor.

No meio de tudo isto, houve tempo para dar os primeiros minutos oficiais da época a Jonas, que recebeu a ovação da noite no Estádio da Luz. O homem-golo do Benfica não marcou, é certo, mas aquele 'cabrito' a Rodrigo, pouco antes do apito final, já serviu para matar saudades. Quanto ao Desportivo das Aves, mais uma derrota a acrescentar à folha de encontros com as 'águias', resultado que, de resto, deixa o conjunto de José Mota no último lugar da tabela, com apenas um ponto e o pior ataque da prova.

O momento

Golo de João Félix: Momento de classe do jovem formado no Seixal, a picar a bola sobre Beunardeau, na resposta a uma grande assistência de Pizzi.

Os destaques

Pizzi: Mais um jogo a comprovar o bom momento que atravessa. Excelente passe a 'rasgar' para João Félix, no lance do 1-0. E ainda viu Rodrigo tirar-lhe um golo em cima da linha.

João Félix: Mérito na forma como leu a jogada do primeiro golo e depois a finalizou. Esteve endiabrado no corredor esquerdo, com alguns pormenores de qualidade. Acabou por abandonar o relvado em ombros, depois de se lesionar sozinho.

Reações

Rui Vitória: "Quem veio ao estádio certamente ficou contente com a nossa exibição"

José Mota: "Complicámos o jogo ao Benfica"

Pizzi: "João Félix é um miúdo que tem muita qualidade"

Derley: "Estou muito feliz por voltar a jogar no Estádio da Luz"

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.