´Balde de água gelada` do Sporting na curta deslocação a Amoreira. A equipa de Jorge Jesus sofreu a primeira derrota da época em Portugal e deixou a liderança da Liga. Kyriakou e Ewandro marcaram na primeira parte. Ao 30.º jogo da temporada a nível interno, o ´leão` cai e é ultrapassado pelo Benfica que agora é  2.º, com os mesmos pontos dos ´leões`. Sem Bas Dost e Gélson é mais complicado.

 

Não se pode dizer que o Sporting não estava avisado do perigo que constituía este Estoril. A equipa de Ivo Vieira já tinha dado mostras da evolução na primeira parte frente ao FC Porto (os segundos 45 minutos ainda estão para jogar), onde foi para o intervalo a vencer. E depois de se reforçar no mercado de inverno, a turma ´canarinha` ficou com mais soluções para tentar fugir à despromoção. O exemplo foi a vitória na ronda anterior por 3-0 com o Tondela.

Pressionado pelas vitórias de FC Porto e Benfica no dia anterior, o Sporting sabia que tinha de vencer para retomar o trono da Liga. Mas era preciso resolver o problema na frente, onde o lesionado Bas Dost não podia dar o seu contributo. Doumbia foi titular primeira vez na Liga, num Sporting que começou em 4-3-3 e acabou em 3-5-2. Apoio não faltaram aos ´leões`, com muitos adeptos leoninos nas bancadas, mesmo no topo norte, que tinha sido evacuado ao intervalo do jogo com o FC Porto, por alegados problemas na estrutura da bancada e que levou ao adiamento do 2.º tempo do jogo.

Os ´canarinhos` começaram por tirar partido do vento a favor para criar perigo em cantos, valendo ao Sporting a atenção de Rui Patrício. Com dificuldades em jogar pelos corredores, o Sporting tentava explorar a zona central, mas aí também haviam muitos homens de amarelo, o que dificultava a criação a Bruno Ribeiro. William foi dos poucos que tentou, com bola em velocidade, mas sem sucesso.

A equipa de Ivo Vieira vai chegar ao 1-0 aos 27 minutos pelo grego Kyriakou, após canto. Coentrão ainda evitou o primeiro remate, mas o médio, adaptado a defesa direito, atirou a contar.

Cinco minutos depois Ewandro fez o 2-0, com ajuda do vídeo-árbitro. O árbitro auxiliar começou por anular o golo por suposto fora-de-jogo do brasileiro, mas Manuel Mota recebeu indicações do VAR na cidade do futebol de que o golo era limpo. 2-0 e o Sporting em maus lençóis.

A equipa de Jorge Jesus podia ter reduzido por Bruno César aos 39, mas o brasileiro falhou, de forma escandalosa, uma bola na pequena área, após centro de Acuña.

No segundo tempo Jesus começou por desfazer o 4-3-3 e apostar no 4-4-2, com Montero no lugar de Battaglia. Pouco tempo depois fez entrar Rúben Ribeiro e Bryan Ruiz nos postos de Bruno César e Fábio Coentrão, passando a jogar só com três defesas e com muitos homens na frente.

A formação leonina carregou sobre a defensiva contrária, que foi recuando cada vez mais, empurrando pelo Sporting, mas também pelo cansaço que se ia acumulando nas pernas. Halliche teve um corte fantástico numa bola que Acuña ia colocar no fundo da baliza, onde não estava o guarda-redes, aos 51. Dois minutos depois foi o lateral Ailton a tirar o golo a Acuña, um dos mais informados dos ´leões`. Aos 57, nova oportunidade do Sporting, mas o remate de Acuña saiu ao lado, após passe de Rúben Ribeiro.

O VAR, que já tinha sido decisivo no 2-0 dos homens da Linha, entrou em cena aos 71 minutos, anulando aquilo que seria o 3-0. Ewandro deu para André Claro que meteu a bola na baliza, mas o autor do segundo golo estava ligeiramente adiantado.

Nos últimos 10 minutos só dois remates de Mathieu criaram perigo junto da baliza de Renan. Do outro lado, Rui Patrício teve de intervir para negar o golo ao Estoril em duas ocasiões. No tempo de desconto o vídeo-árbitro voltou a entrar em cena, anulando um golo a Montero, por fora de jogo.

A vitória permite ao Estoril saltar para o 16.º posto com 18 pontos, quatro que o Desportivo das Aves que ainda não jogou. Já o Sporting é apanhado pelo Benfica no 2.º lugar, ambos com 50 pontos. Agradece o FC porto que tem 52 pontos e pode chegar aos 55, caso dê a volta ao jogo com o Estoril (faltam jogar 45 minutos, e os canarinhos vencem por 1-0).

Veja o resumo do jogo