A Premier League voltou ao ativo, mais de três meses após a interrupção devido ao pandemia de COVID-19. O Arsenal voltou a entrar em campo mas saiu derrotada na visita ao terreno do Manchester City por 3-0, jogo em atraso da 28.ª jornada da I Liga inglesa de futebol.

E, mais uma vez, Ozil voltou a não ser convocado. O criativo alemão continua sem fazer valer o chorudo salário que ganha no emblema londrino, naquele que já é considerado em Inglaterra como um dos negócios mais ruinosos da Premier League.

O jornal 'Daily Mail' fez as contas e os números são assombrosos.

Ozil ganha 350 mil libras por semana (388,9 mil euros). Esta época fez um golo e três assistências e participou em apenas 23 jogos.

Feitas as contas, nas 45 semanas que leva esta época em Inglaterra, o jogador alemão custou 17.5 milhões de euros em salários ao Arsenal. Cada golo seu teve o custo de 17.5 milhões de euros em salários, cada assistência custou 5.8 milhões de euros.

Ao todo, o Arsenal fez 1968 minutos sem Mesut Ozil em campo. Ao todo, os 'gunners' pagaram 8.9 mil euros por cada minuto do criativo em campo.

Ozil foi um dos jogadores que recusou a redução salarial em 12,5 por cento devido a COVID-19.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.