Tottenham e Burnley abriram uma investigação ao incidente ocorrido durante o jogo do último sábado entre as duas equipas, por alegados insultos de um adepto de 14 anos ao avançado Heung-Min Son.

De acordo com o jornal inglês 'Mirror', o jovem adepto do Burnley acabou expulso da bancada por ‘stewards’ e os dois clubes já confirmaram que vão investigar o sucedido.

A Kick It Out, organização que luta contra o racismo no futebol inglês, está a trabalhar em conjunto com os dois clubes.

Este poderá ser o segundo caso de insultos racistas ocorrido na Premier League durante o último fim de semana, depois de um adepto ter sido detido no dérbi de Manchester por imitar sons e movimentos de um macaco na direção do médio brasileiro Fred.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.