Tim Sherwood, antigo treinador do Tottenham, considera que o plantel dos 'spurs' terá de se adaptar ao estilo de José Mourinho, e deixou um aviso sobre o técnico português.

"Eles têm de se habituar à dinâmica deste tipo de treinador, depois de terem trabalhado com Pochettino durante cinco anos. Quando alguém não estava a jogar bem, ele protegia-los publicamente. José não terá problemas em atirar os jogadores para debaixo de um autocarro. Não estou a dizer se está certo ou errado. Mas ele não se importa", começou por dizer Tim Sherwood à beIN Sports, antes da partida entre o Tottenham e o Olympiacos, para a Liga dos Campeões, que os londrinos venceram por 4-2.

"[Mourinho] Faz o que interessa para a equipa, não para o jogador. Por isso, se tiver de enterrar um jogador em público e usá-lo como exemplo, é o que vai fazer, porque acredita que é a melhor forma de ganhar troféus", acrescentou.

Tim Sherwood falava momentos antes da partida em Londres, na qual, curiosamente, Mourinho optou por tirar Eric Dier à meia hora de jogo, lançando Erikssen, quando os 'spurs' perdiam por 0-2. No entanto, já após o apito final, o treinador português explicou que pediu desculpa ao jogador substituído.

"Mal cheguei ao balneário ao intervalo, fui pedir desculpa ao Eric Dier. Nunca é fácil para um jogador, mas também não o é para um elemento da equipa técnica. Foi uma troca pela equipa e precisávamos de uma solução diferente", esclareceu.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.