A Comissão Reguladora Independente da Federação Inglesa (FA) decidiu retirar o cartão vermelho a Heung-min Son após a entrada que resultou na lesão de André Gomes.

O jogador do Tottenham foi inicialmente sancionado com um cartão amarelo, mas o árbitro Martin Atkinson acabou por retificar a decisão depois de ver a gravidade da lesão do português, e mostrou o vermelho direto ao avançado sul-coreano.

Segundo a Premier League, o cartão vermelho foi fruto de uma ação faltosa que "pôs em risco a segurança do adversário".

Nesse sentido, o Tottenham decidiu apresentar um apelo formal à FA para a despenalização de Son, e, esta terça-feira, a Comissão Reguladora Independente deu razão aos 'spurs'.

Deste modo, Son já não terá de cumprir a suspensão de três jogos que lhe seria aplicada.

Recorde-se que André Gomes recebeu hoje alta hospitalar, um dia após ter sido operado ao tornozelo direito, no qual sofreu uma fratura com desvio, anunciou o Everton.

No momento da lesão de André Gomes, o Everton, treinado pelo português Marco Silva, perdia por 1-0, com um golo marcado por Dele Alli, aos 63 minutos, tendo chegado ao empate em período de compensação, aos 90+7, por intermédio do turco Cenk Tosun.

André Gomes integrou a última convocatória da seleção portuguesa, para os jogos frente ao Luxemburgo (vitória por 3-0) e à Ucrânia (derrota por 2-1), para substituir o também lesionado William Carvalho.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.