Os clubes da Premier League pretendem pretendem retomar a atual temporada a 17 de junho e terminá-la a 1 ou 2 de agosto. Os moldes do regresso da competição estão perto de ficar alinhavados em definitivo, depois de mais de dois meses de interregno devido à pandemia do novo coronavírus, depois de uma reunião entre os 20 clubes que alinham no principal escalão do futebol inglês realizada esta quinta-feira.

Segundo avança o jornal britânico 'The Telegraph', os clubes votaram favoravelmente à hipótese de regressar aos relvados já no próxima dia 17, faltando agora que o plano seja aprovado pelas autoridades governativas do país.

A ideia passa por realizar logo dois jogos nesse dia, um deles o embate entre o Manchester City, onde atuam os portugueses Bernardo Silva e João Cancelo, e o Arsenal, onde joga Cédric Soares. O outro seria o encontro entre Aston Villa e Sheffield United. Duas partidas referentes ainda à 28.ª jornada da competição.

Depois, segundo este plano gora delineado, o calendário de jogos estender-se-á até ao primeiro fim de semana de agosto, com a final da Taça de Inglaterra a ser jogada no fim-de-semana seguinte, de 8 e 9 de agosto, fechando aí a temporada de 2019/20.

O conjunto de Jürgen Klopp, que joga no reduto do vizinho Everton, será consagrado com um triunfo, no caso de o Manchester City, de Pep Guardiola, não somar mais de três pontos nas receções aos ‘gunners’ (28.ª ronda) e ao Burnley (30.ª).

Caso conquiste o cetro, o Liverpool sagra-se campeão inglês pela 19.ª vez - ficando a um troféu do recordista Manchester United - e apenas pela primeira em 30 anos, pois não arrebata a ‘Premier League’ desde a longínqua temporada 1989/90.

O campeonato inglês é o segundo do ‘top 5’ a regressar, depois do alemão, reatado em 16 de maio. O espanhol e o italiano também irão ser retomados, ao contrário do francês, que foi dado como terminado, com o título a ser entregue ao Paris Saint-Germain.

Em Portugal, a I Liga também já tem data marcada para o regresso à ação, em 03 de junho, com os jogos Portimonense-Gil Vicente e Famalicão-FC Porto, da 25.ª ronda. A prova vai prolongar-se até 16 de julho, data da 34.ª e última jornada.

Após a declaração de pandemia, em 11 de março, as competições desportivas de quase todas as modalidades foram disputadas sem público, adiadas – Jogos Olímpicos Tóquio2020, Euro2020 e Copa América -, suspensas, nos casos dos campeonatos nacionais e provas internacionais, ou mesmo canceladas.

A nível global, segundo um balanço da agência de notícias AFP, a pandemia de COVID-19 já provocou mais de 355 mil mortos e infetou mais de 5,7 milhões de pessoas em 196 países e territórios. Mais de 2,2 milhões de doentes foram considerados curados.

*Artigo atualizado às 16h26

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.