O treinador do Tottenham, o português José Mourinho, manifestou hoje “tristeza” pela saída de Unai Emery do comando técnico do Arsenal, mas revelou confiança num rápido regresso do espanhol ao banco de uma equipa de futebol. Na conferência de imprensa de antevisão ao encontro do Tottenham com o Bournemouth, José Mourinho deixou uma mensagem de apoio ao treinador espanhol.

“São sempre notícias tristes. Eu vivi essa situação quando era miúdo, quando o meu pai foi demitido de treinador. Eu próprio também já estive nessa situação enquanto treinador. Nunca fico feliz quando um treinador é despedido”, começou por dizer Mourinho, em conferência de imprensa.

Unai Emery, que tinha assumido o comando do Arsenal em 2018/19, foi hoje demitido do cargo, na sequência da derrota de quinta-feira diante dos alemães do Eintracht Frankfurt (2-1), na Liga Europa, naquele que foi o sétimo jogo seguido dos ‘gunners’ sem vencer em todas competições.

“Estou triste, mas é a vida. O Unai é um treinador fantástico, mas não foi feliz no Arsenal. Agora, terá um pouco de descanso e, em breve, aparecerá outro grande clube a contratá-lo”, referiu Mourinho, antes de deixar uma mensagem ao técnico espanhol: “Sem dramas, 'mi amigo'. Segue em frente, porque aparecerá outro clube.”

Os ingleses do Arsenal anunciaram esta manhã a saída de Unai Emery do comando técnico da equipa, um dia depois da derrota frente ao Eintracht Frankfurt na Liga Europa.

Através de um comunicado divulgado no site oficial do clube, os 'gunners' explicam que o despedimento de Unai Emery está ligado ao facto de "os resultados e exibições da equipa não estarem ao nível exigido".

*Artigo atualizado

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.