A boa campanha do Watford na Premier League suscitou o interesse de outros clubes ingleses em Marco Silva, treinador dos 'hornets', como é o caso do Leicester City e do Everton.

Em declarações à BBC, o CEO do sexto classificado da liga inglesa, Scott Duxbury, fechou a porta a uma eventual saída do técnico português.

"Temos de eliminar todas as distrações possíveis", começou por dizer.

"O Marco é um modelo de estabilidade e não se pode retirar-lhe nenhum mérito porque o seu trabalho é soberbo. Porém, o que ele está a fazer é orientar o plantel. Não lhe compete fazer com que o clube cresça e se desenvolva. Essa é a nossa função", explicou Scott Duxbury.

De seguida, o dirigente não se coibiu nos elogios a Marco Silva, que, recorde-se, chegou no último verão ao comando técnico do Watford.

"Gostamos de trabalho intenso e de uma condução forte e essa emergiu de forma muito clara quando Marco Silva estava no Hull. E é isso que ele nos dá, aliado a uma excelente gestão humana e do grupo. É um treinador excecional e de altíssimo nível", acrescentou.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.