O Liverpool somou hoje o terceiro triunfo consecutivo na Liga inglesa de futebol, ao bater o Arsenal, por 3-1, e lidera isolado, enquanto o Chelsea conseguiu a primeira vitória e o Manchester United sofreu a primeira derrota.

Neste encontro da terceira jornada, o defesa central camaronês Matip, aos 41 minutos, e o avançado egípcio Mohamed Salah, aos 49 e 59, ofereceram o triunfo em Anfield Road ao atual campeão europeu, que ainda viu os ‘gunners’ já perto do final reduzirem através do uruguaio Lucas Torreira (85).

Os 'reds' isolaram-se no topo da classificação, com nove pontos, mais três do que o Arsenal, que pode ser ultrapassado no domingo pelo bicampeão Manchester City ou pelo Bournmouth, que recebe a equipa de Bernardo Silva e João Cancelo, e pelo Tottenham, que joga em casa com o Newcastle.

No estádio Carrow Road, foi o Chelsea, treinado por Frank Lampard, a adiantar-se no marcador frente ao Norwich, por intermédio do avançado inglês Tammy Abraham, à passagem do minuto três, vantagem que acabou por ser quebrada instantes depois, quando Todd Cantwell (06) restabeleceu a igualdade.

O médio inglês Mason Mount, aos 17, voltou a colocar o Chelsea no comando do resultado, novamente anulado pelo ponta de lança finlandês Teemu Pukki, tornando-se no melhor marcador até ao momento ao fazer o quinto golo na competição, antes de Abraham se destacar como a figura do jogo, com o tento que ditou a vitória por 3-2, aos 68.

Tammy Abraham é agora o terceiro futebolista mais jovem a ‘bisar’ pelo Chelsea na ‘Premier League’ e o mais novo desde 1998.

O Manchester United voltou a desiludir, desta vez em casa, frente ao Crystal Palace, ao perder por 2-1, já em tempo de compensação, face ao golo de Van Aanholt (90+1). Antes, Jordan Ayew (32) inaugurou o marcador em Old Trafford, Marcus Rashford falhou uma grande penalidade (69), que foi compensada (em vão) pelo tento de Daniel James (89).

Pelo mesmo resultado, o Leicester, que teve Ricardo Pereira durante os 90 minutos, bateu o Sheffield United, graças aos tentos de Jamie Vardy, aos 38 minutos, e de Harvey Barnes, aos 70. Pelo meio, McBurnie (62) marcou para os visitados.

Sem o internacional português Cédric Soares entre os titulares, o Southampton foi a casa do Brighton vencer por 2-0, com golos de Moussa Djenepo, aos 55 minutos, e de Nathan Redmond, aos 90+1.

Mark Noble (03), de grande penalidade, Sebastian Haller (64 e 73) garantiram o triunfo do West Ham (sem Gonçalo Cardoso), por 3-1, no reduto do Watford, que marcou por intermédio de Andre Gray (17), antes de Domingos Quina ser opção na parte final do encontro, aos 86.

No domingo, o Wolverhampton, de Nuno Espírito Santo, procura o primeiro triunfo, na receção ao Burnley, depois de dois empates.

*artigo atualizado às 20h30

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.