O líder Liverpool operou hoje a reviravolta sobre o Tottenham e venceu por 2-1 os londrinos, repondo a vantagem pontual sobre o ‘vice’ Manchester City, em jogo da 10.ª jornada da liga inglesa de futebol.

Os ‘reds’, que tinham empatado na última ronda, perante o Manchester United, viram-se em desvantagem desde o primeiro minuto – mais concretamente, desde os 48 segundos –, na sequência do golo de Harry Kane, na recarga a um remate de Son que foi embater no poste da baliza à guarda de Alisson.

Num jogo que reeditou a final da última Liga dos Campeões, também vencida pelo Liverpool (2-0), os ‘reds’ tiveram de fazer face à ‘inspiração’ do guarda-redes Paulo Gazzaniga no primeiro tempo, mas acabaram por conseguir dar a ‘volta ao texto’ no segundo, com golos de Henderson, aos 52 minutos, e do egípcio Mohamed Salah, aos 75, de grande penalidade.

Depois de ter visto o Manchester City, segundo classificado, com 22 pontos, aproximar-se na véspera, com o triunfo sobre Aston Villa (3-0), o Liverpool conseguiu repor os seis pontos de vantagem sobre os ‘citizens’, com 28.

O Arsenal empatou 2-2 na receção ao Crystal Palace, tendo deixado ‘fugir’ uma vitória que parecia muito bem encaminhada, depois de os centrais Sokratis e David Luiz marcarem para os ‘gunners’, aos sete e nove minutos, respetivamente.

O sérvio Luka Milivojevic, aos 32 minutos, de grande penalidade, e o ganês Jordan Ayew, aos 52, consumaram o empate das ‘eagles’, que se mantêm no sexto lugar, com 15 pontos, menos um do que o Arsenal, que ocupa a quinta posição.

Atrás desta dupla surge o Manchester United, sétimo colocado, com 13 pontos, que venceu por 3-1 o penúltimo classificado Norwich e colocou fim a uma série de quatro jogos sem vencer na ‘Premier League’.

O escocês Scott McTominay colocou os ‘red devils’ em vantagem, aos 21 minutos, antes de Marcus Rashford e o francês Anthony Martial – ambos desperdiçaram um penálti, cada – aumentarem a vantagem, aos 30 e 73, respetivamente, cabendo a Onel Hernandez apontar o tento dos ‘canaries’, aos 88.

O Wolverhampton, treinado pelo português Nuno Espírito Santo, somou o segundo empate 1-1 seguido na ‘Premier League’, na visita ao Newcastle, com golos do francês Jamaal Lascelles para os ‘magpies’, aos 37 minutos, e do espanhol Jonny para os ‘wolves’, aos 73

Os portugueses Rui Patrício, Rúben Neves, João Moutinho e Diogo Jota foram titulares no Wolverhampton, enquanto Rúben Vinagre e Pedro Neto foram apostas de Espírito Santo no decorrer do segundo tempo.

A formação ‘mais portuguesa’ de Inglaterra, que na ronda anterior também tinha empatado 1-1, com o Southampton, é 12.ª classificada da ‘Premier League’, com 12 pontos, mais três do que o Newcastle, que ocupa o 17.º posto, primeiro acima da ‘linha de água’.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.