Esta terça-feira, a liga inglesa confirmou através de um comunicado divulgado no seu site oficial, que há seis casos de covid-19 em três clubes diferentes. Apesar desta revelação, Jurgen Klopp considera que continua a ser seguro regressar ao ativo.

"É seguro. Ninguém quer colocar ninguém em perigo, mas acho que com tudo o que sabemos, os jogadores estão seguros. A Alemanha já mostrou que é seguro. Eles tiveram 10 ou 12 testes positivos e agora já jogam", referiu o treinador alemão em declarações aos jornalistas.

Para Klopp, o exemplo da Bundesliga "mostra que podemos criar uma 'sociedade' na qual realmente garantimos que nada aconteça. O futebol está mais perto de voltar e acho que este também é um bom sinal para as pessoas".

A ‘Premier League’ foi interrompida no início de março devido à pandemia da covid-19, numa altura em que o Liverpool tinha caminho livre para ser campeão, já que lidera a prova com mais 25 pontos do que o Manchester City, de Bernardo Silva e João Cancelo.

Após a declaração de pandemia, em 11 de março, as competições desportivas de quase todas as modalidades foram disputadas sem público, adiadas – Jogos Olímpicos Tóquio2020, Euro2020 e Copa América -, suspensas, nos casos dos campeonatos nacionais e provas internacionais, ou mesmo canceladas.

A nível global, segundo um balanço da agência de notícias AFP, a pandemia de covid-19 já provocou mais de 318 mil mortos e infetou mais de 4,8 milhões de pessoas em 196 países e territórios.

Mais de 1,7 milhões de doentes foram considerados curados.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.