O Tottenham somou o quarto jogo consecutivo sem ganhar para a Premier League ao empatar sem golos na deslocação ao terreno do Watford. Gedson Fernandes começou no banco, foi lançado por José Mourinho já no quarto de hora final, mas os 'spurs' ficaram mesmo em branco e viram o adversário falhar uma grande penalidade a meio da segunda parte.

Sem qualquer vitória nos últimos três jogos na Premier League e a visitar o terreno do 17º classificado, o Tottenahm entrou melhor no encontro, pressionando o adversário, com o coreano Son em destaque, mas os lances de perigo escassearam nos primeiros 45 minutos e, perto do intervalo, foi mesmo o Watford que esteve perto do golo.

O intervalo chegou com o nulo no marcador e no arranque do segundo tempo foi a turma da casa que se mostrou mais perigosa. O Tottenham reencontrou-se, Son voltou a dar algumas dores de cabeça à defesa do Watford, mas uma vez mais sem criar grandes situações de golo. A meio do segundo tempo, Mourinho e os jogadores do Tottenahm reclamaram uma grande penalidade, mas o árbitro - e o VAR não concordaram.

Quem acabou por beneficiar de uma grande penalidade foi o Waftord, para desespero do técnico português. Deeney, contudo, permitiu a defesa de Gazzaniga na transformação do castigo máximo e o 0-0 manteve-se.

Mourinho fez, então, entrar Gedson Fernandes, estavam decorridos 79 minutos de jogo, para o lugar de Lo Celso, e o jovem médio tentou, com a sua velocidade, mexer com o jogo. Em cima do apito final, o Tottenham quase chegou ao triunfo, valendo à turma da casa um corte sobre a linha de golo que segurou o nulo. O apito final soou pouco depois e o Tottenham somou mesmo o quarto jogo sem conhecer o sabor da vitória na Premier League, depois de uma exibição bastante descolorida.

Na classificação, o Tottenham subiu, provisoriamente, ao sétimo lugar, com 31 pontos, enquanto o Watford, que tinha vencido os últimos três encontros, somou, ainda assim, o sexto jogo consecutivo sem perder e é 16.º, com 23.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.