O Watford confirmou, esta terça-feira, que um jogador e dois funcionários tiveram resultados positivos no teste de despiste ao novo coronavírus realizado no domingo.

Em comunicado, os 'hornets' anunciaram que não vão divulgar as suas identidades por "uma questão de confidencialidade médica e de respeito".

O trio vai ficar em isolamento durante sete dias antes de voltar a ser testado.

A Premier League informou hoje que seis pessoas, entre futebolistas e funcionários de três clubes da Liga inglesa de futebol, testaram positivo à covid-19, durante os exames efetuados a 748 jogadores e funcionários dos clubes, no domingo, dia 17 de maio, e segunda-feira, 18.

Recorde-se que o Burnley já tinha assumido ter o treinador adjunto infetado.

A Premier League foi interrompida no início de março devido à pandemia da covid-19, numa altura em que o Liverpool tinha caminho livre para ser campeão, já que lidera a prova com mais 25 pontos do que o Manchester City, de Bernardo Silva e João Cancelo.

Algumas equipas inglesas retomaram hoje os treinos no relvado, em sessões com pequenos grupos, não sendo permitido, para já, o contacto nos treinos, além de que todos os jogadores e treinadores têm de respeitar o distanciamento social.

O regresso dos campeonatos de futebol em junho faz parte da segunda etapa do plano de desconfinamento do Reino Unido, onde já morreram 35.341 pessoas entre mais de 249 mil casos de infeção por covid-19 confirmados.

Após a declaração de pandemia, em 11 de março, as competições desportivas de quase todas as modalidades foram disputadas sem público, adiadas - Jogos Olímpicos Tóquio2020, Euro2020 e Copa América -, suspensas, nos casos dos campeonatos nacionais e provas internacionais, ou mesmo canceladas.

Os campeonatos de futebol de França, Países Baixos, Bélgica e Escócia foram cancelados, enquanto outros países preparam o regresso à competição, com fortes restrições, como sucede em Inglaterra, Itália, Espanha e Portugal, que tem o reinício da I Liga previsto para 04 de junho, depois de a Liga alemã ter sido retomada no sábado.

A nível global, segundo um balanço da agência de notícias AFP, a pandemia de covid-19 já provocou mais de 320 mil mortos e infetou quase 4,9 milhões de pessoas em 196 países e territórios. Mais de 1,7 milhões de doentes foram considerados curados.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.