De acordo com a edição desta quarta-feira do 'Daily Mail', oito dos dez primeiros classificados da atual edição da Premier League uniram-se para impedir que o recurso do Manchester City possa dar entrada no TAS.

Liverpool, Leicester City, Chelsea, Manchester United, Wolverhampton, Tottenham, Arsenal e Burnley terão, de acordo com aquela publicação, enviado cartas separadas para um mesmo escritório de advogados a solicitar o envio de uma petição conjunta ao TAS para evitar que o castigo ao City fique suspenso enquanto o recurso estiver em andamento.

Caso o recurso venha a ter efeitos suspensivos, o City poderá participar na próxima edição da Liga dos Campeões, mas o 'The Sun' escreve que, pelo menos até 17 de março, o TAS ainda não tinha recebido qualquer recurso.

Recorde-se que, em fevereiro, o Manchester City foi excluído das duas próximas edições da Liga dos Campeões e condenado a pagar uma multa de 30 milhões de euros por ter violado as regras do 'fair play' financeiro da UEFA. Agora, os oito clubes signatários desta petição vêm defender que já na próxima edição da Liga dos Campeões a eventual vaga dos 'Citizens', que se encontram atualmente no segundo lugar da Premier League, deverá ser atribuída a outro emblema.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.