Bernardo Silva concedeu uma entrevista ao jornal Record onde falou, entre vários assuntos, do Benfica, clube do coração e onde fez a formação. O médio do Manchester City lamentou que o clube 'encarnado' não tenha aproveitado a geração de 1994.

"Antes de mais ficou muito contente, porque vejo que as pessoas, finalmente, estão a dar valor ao trabalho que se faz na formação do Benfica. Foi uma pena, e não o digo por ter sido a minha geração, não se ter aproveitado uma das primeiras boas gerações que saíram do Seixal. Não se aproveitou bem o André Gomes, o João Cancelo, eu… Mais tarde aproveitou-se melhor o Lindelof, o Gonçalo Guedes e o Nélson Semedo", começou por dizer.

"Quando cheguei ao Benfica, com sete anos, as condições de trabalho para os miúdos eram muito más. E o trabalho que o presidente Luís Filipe Vieira e restante direção fizeram para construir o centro de estágio foi fantástico e os resultados estão à vista. Se o Benfica conseguir manter estes jogadores, embora jogadores com qualidade nunca se consegue segurar por muito tempo, mas se conseguir mantê-los por dois ou três anos e valorizá-los, pode retirar o proveito desportivo e financeiro", observou.

Satisfeito com a recente aposta em jogadores formados no clube, Bernardo Silva deixou elogios a João Félix e Brino Lage, técnico com quem se cruzou "no escalão escolas A, quando tinha nove anos, e depois nos iniciados A e juvenis A".

"Tem feito um ótimo trabalho e dou-lhe muito mérito por ter colocado o João Félix a jogar, porque era nítida a qualidade dele, e porque é um jogador fantástico. E também dou valor ao facto de ter chamado mais quatro jovens, todos com muita qualidade para jogar no Benfica", afirmou.

Sobre a sua continuidade em Manchester, para onde se mudou em 2017/2018, Bernardo Silva desconhece pormenores sobre o futuro, mas a vontade do internacional português é continuar ao lado de Pep Guardiola.

"Eu gostava, sinto-me bem aqui, mas não tenho informação sobre isso. Não sei se é verdade ou mentira [a intenção do City em renovar], quem trata desses assuntos é o meu empresário e até ao momento não me telefonou", rematou.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.