A seleção espanhola garantiu a presença no Mundial de sub-17 depois de ter vencido o Mali por 3-1, em encontro das meias-finais.

A Espanha chegou à vantagem numa grande penalidade de Abel Ruiz. Perto do intervalo, ao minuto 43, o dianteiro bisou e a seleção de 'nuestros hermanos' foi para o intervalo a vencer por 2-0.

O encontro acabou por ficar marcado pela polémica. Numa altura que que a Espanha vencia por 2-0, Dacoure atirou um míssil de fora da área, a bola bateu na barra e entrou, mas o árbitro auxiliar não viu. Sem o auxílio da tecnologia, a partida prosseguiu.

Em vez do 1-2 que certamente iria fazer tremer a Espanha, a seleção Roja acabou por dar uma machadada na partida por intermédio de Ferrán Torres que acabou por corresponder da melhor maneira a um cruzamento perfeito de Sergio Gómez.

Até ao final, N'Diaye aproveitou uma fífia de Guillamón para reduzir. Mas o resultado estava feito.

A Espanha vai enfrentar a Inglaterra no sábado na final da competição que decorre na Índia. Os britânicos bateram na outra meia-final o Brasil por 3-1.

Espanha e Inglaterra vão disputar a primeira final totalmente europeia do Campeonato do Mundo de futebol de sub-17.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.