A Austrália venceu hoje a Síria por 2-1, após prolongamento, em jogo da segunda mão do 'play-off' asiático para o Mundial de futebol de 2018, apurando-se assim para o decisivo 'play-off' frente ao quarto classificado da CONCACAF.

Clara favorita a seguir em frente nesta fase, a seleção australiana encontrou uma forte oposição por parte dos sírios, que, depois de já terem imposto um empate (1-1) na primeira mão, disputada em Malaca, na Malásia, hoje, em Sidnei, 'assustaram' os australianos logo aos seis minutos, com o golo de Omar Al Soma, jogador dos sauditas do Al Ahli.

Os australianos responderam quase de imediato e igualaram o jogo e a eliminatória aos 13 minutos, por intermédio de Tim Cahill, do Melbourne City, jogador que anotou o golo da vitória já no prolongamento, aos 109 minutos.

Perante 42.136 espetadores no estádio ANZ de Sidnei, a Austrália tinha tudo para resolver a seu favor o 'play-off', mas os sírios conseguiram travar o seu adversário e levaram a decisão para prolongamento.

No tempo extra, e depois de a seleção síria ter ficado reduzida a 10 elementos, por expulsão por segundo amarelo de Mahmoud Al Mawas, aos 94, a Austrália chegou finalmente à vantagem aos 109 minutos, com o 'bis' de Tim Cahill, que assim se tornou no primeiro australiano a chegar aos 50 golos pela sua seleção.

Até final, e apesar de contar menos um elemento, a seleção síria não baixou os braços e ainda teve tempo para praticamente 'silenciar' todo o estádio, quando, aos 120 minutos, Al Soma enviou a bola à base do poste, na sequência de um livre.

A Austrália vai agora defrontar o quarto classificado da última fase de qualificação da América do Norte, Central e Caribe (CONCACAF), no 'play-off' decisivo para o Mundial da Rússia de 2018.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.