O treinador Rudi Garcia anunciou hoje a saída do Marselha, a dois dias do último jogo no campeonato francês de futebol, que conclui uma temporada dececionante, na qual falhou o acesso às competições europeias.

“Decidi sair, ofereci esta solução ao meu presidente e ele aceitou-a”, resumiu Garcia, em conferência de imprensa, antes do jogo que encerra a época 2018/19, com o Montpellier.

Jacques-Henri Eyraud, presidente dos marselheses, estava a seu lado.

O Marselha está em sexto lugar do campeonato e o melhor que pode fazer é subir ao quinto, que está preso por um ponto pelo seu derradeiro adversário o campeonato, mas o acesso à Liga Europa da próxima época está apenas ao alcance do quarto classificado.

Garcia, que orientava os italianos da Roma, chegou ao clube em outubro de 2016 com um contrato de três anos, levando os marselheses ao quinto lugar na estreia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.