O Mónaco, do treinador português Leonardo Jardim, empatou hoje 0-0 na receção ao Reims, para a 32.ª jornada da I Liga francesa de futebol, liderada pelo Paris Saint-Germain, e somou mais um ponto na fuga à despromoção.

No Estádio Luís II, e com Adrien Silva, Ronny Lopes e Gelson Martins a titulares, o Mónaco obteve o mesmo resultado dos seus rivais mais diretos – ‘nulo’ no jogo entre Dijon (18.º) e Amiens (17.º) - e manteve o 16.º lugar, agora com 32 pontos.

Também na fuga à despromoção, o então lanterna-vermelha Guingamp empatou 3-3 na deslocação a casa do Estrasburgo, e, com o ponto somado, trocou de posição com o Caen, que agora é último, após perder por 1-0 na receção ao Angers.

O Guingamp esteve por duas vezes em vantagem, com golos de Marcus Thuran (0-1), aos 37 minutos, e Lucas Deaux (1-2), aos 63, em duas assistências do português Pedro Rebocho, mas o Estrasburgo empatou com golos de Ludovic Ajorque (1-1), aos 39, e do Bósnio Sanjin Prcic (2-2), aos 69.

O Estrasburgo chegou à vantagem novamente com um golo de Ludovic Ajorque (3-2), aos 73 minutos, mas o Guingamp empatou a 3-3 por Jérémy Sorbon, aos 86, e a seis jornadas do termo do campeonato gaulês demonstrou que ainda está na luta pela permanência.

O Guingamp segue no 19.º e penúltimo lugar, com 24 pontos, mais um do que o último posicionado, o Caen, com 23, e apenas a um do Dijon (18.º), com 25, que ocupa o lugar que dá acesso a um ‘play-off’ de permanência.

O Marselha regressou aos triunfos após duas derrotas e um empate, ao vencer em casa o Nimes, por 2-1, com dois golos em dois minutos por Valère Germain, aos 72, e do brasileiro Luiz Gustavo, aos 73. O Nimes reduziu por Téji Savanier (2-1), na conversão de uma grande penalidade aos 82 minutos.

O Marselha ascendeu provisoriamente ao quarto lugar, com 51 pontos, mas mais um jogo do que o Saint-Étienne, quinto com 50, que no domingo recebe o Bordéus, em jornada que poderá ditar a conquista do título por parte do Paris Saint-Germain.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.