Marcelo Bielsa corre sérios riscos de ser afastado do comando técnico do Lille. O treinador argentino está a braços com um processo disciplinar instaurado pelo emblema francês, depois de ter viajado para o Peru sem consentimento do clube.

"O Lille decidiu suspender temporariamente Marcelo Bielsa da sua função de treinador, devido a um procedimento disciplinar iniciado pelo clube”, escreveu o clube esta quarta-feira no site oficial.

De acordo com Fabián Taboada, jornalista da ESPN, Bielsa viajou para o Chile para ver um amigo com cancro em fase terminal.

"A informação indica que Bielsa viajou para o Chile para ver o professor Bonini, que está internado em estado grave. Por isso a suspensão do Lille", escreveu o jornalista nas redes sociais.

Luis Maria Bonini, que foi adjunto de Bielsa no Atlético Bilbau, sofria de cancro no estômago. Acabou por perder a luta contra a doença esta quinta-feira.

A imprensa argentina avança que, quando Bielsa soube do estado crítico do seu amigo, não perdeu tempo e viajou imediatamente para o Peru, ainda a tempo de ver Bonini com vida.

Esta tem sido uma semana muito complicada para Bielsa. Esta terça-feira, descobriu que o seu amigo Eduardo Berizzo, treinador do Sevilha, também tem um cancro na próstata.

Bielsa, de 62 anos, chegou ao Lille no início da temporada, mas até agora apenas alcançou três vitórias nas 13 jornadas disputadas no campeonato, seguindo no penúltimo lugar, com 12 pontos.

Na última ronda, o Lille sofreu uma pesada derrota por 3-0 no campo do Amiens, equipa que também aparece na luta pela manutenção.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.