O Sporting não foi além de um empate na deslocação ao terreno do Villareal, e caiu nos 16 avos de final da Liga Europa frente ao 'submarino amarelo'. Bruno Fernandes marcou no final do primeiro tempo, mas a expulsão de Jefferson a abrir a segunda parte complicou a tarefa leonina. Fornals acabaria por empatar para o submarino amarelo.

Marcel Keizer manteve a aposta no mesmo esquema tático que utilizou na partida de domingo frente ao Sporting de Braga, colocando a equipa a jogar com três centrais, com Borja de novo ao lado de Coates e Ilori. Em relação à última partida, Keizer fez apenas duas alterações: Salin e Jefferson entraram para os lugares de Renan e Acuña, este último castigado.

Do lado do Villarreal, Javi Calleja também tem um lateral adaptado a central, Mário Gaspar, que completa o trio do eixo dos espanhóis.

O Villarreal entrou mais forte na partida e foi a primeira equipa a criar algum perigo na partida aos 9 minutos, com Salin a ter de defender em duas ocasiões, primeiro a defender com o pé o remate de primeira de Gerard Moreno, depois de um passe de Pedrza, e na sequência do lance segurou a bola cabeceada por Llambrich.

Os espanhóis voltaram a causar frison junto da baliza leonina poucos minutos depois. Fornals remata forte em zona frontal e a bola não passou muito longe do poste da baliza de Salin. O 'submarino amarelo' marcou mesmo aos 27 minutos por Gerard Moreno, mas a jogada foi anulada por fora de jogo do avançado.

A equipa de Javi Calleja voltou a criar perigo aos 42 minutos. Miguelón Llambrich surgiu no corredor direito e rematou para o poste mais próximo da baliza de Salin, que respondeu com uma boa defesa.

O Sporting tinha muitas dificuldades em chegar à zona defensiva do Villarreal, mas nem isso impediu a equipa leonina de se colocar em vantagem nos descontos da primeira parte. Má receção de Funes Mori, Bruno Fernandes ganha a bola e sai em velocidade, antes de armar o remate de à entrada da área e atirar para o fundo das redes de Andrés Fernández.

O Sporting entrou na segunda parte a pressionar muito alto, e criou uma oportunidade de golo logo a abrir. Grande abertura de Bruno Fernandes para Wendel, mas o brasileiro não consegue controlar a bola nas melhores condições e Andrés Fernández segurou o esférico.

Se a equipa entrou bem a atacar, o mesmo não se pode dizer na defesa. Ao minuto 50 Jefferson viu o segundo cartão amarelo depois de pisar Llambrich.

Nos minutos seguintes, o Sporting encolheu-se devido a estar com menos um jogador e mostrou cada vez mais dificuldades em sair da zona defensiva, mas não desistiu de procurar o golo que lhe desse a vantagem na eliminatória. Já o Villarreal aproveitou para subir as linhas à procura do golo do empate, mas sem sucesso.

Aos 76 minutos, Pedraza, autor do golo do 'submarino amarelo' na primeira-mão em Alvalade, apareceu em boa posição na pequena área leonina, mas rematou às malhas laterais da baliza de Salin.

Poucos minutos depois o Villarreal acabaria mesmo por chegar ao empate através de um golo de Pablo Fornals. Ekmabi cruza atrasado do lado esquerdo para Fornals que no coração da área atirou fora do alcance de Salin.

O mesmo Ekambi esteve muito perto de fazer o 2-1 para o emblema espanhol aos 86 minutos. O Villarreal apanhou os 'leões' em contrapé, Ekambi recebeu junto ao segundo poste e rematou para uma grande defesa de Salin.

Em cima do apito final, Bas Dost teve no pé esquerdo a possibilidade de 'arrumar' com o encontro, mas falhou o remate, o golo e o apuramento.

Com a eliminação do Sporting, que nunca venceu em 17 visitas a Espanha nas competições europeias, a representação portuguesa na Liga Europa fica a cargo do Benfica, que hoje recebe o Galatasaray, uma semana depois da vitória por 2-1 em Istambul.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.