O Sporting, já apurado para os 16 avos de final, venceu esta quinta-feira os ucranianos do Vorskla Poltava por 3-0, no último jogo dos 'leões' na fase de grupos da Liga Europa. Os golos de Montero, Miguel Luís e um autogolo de Dallku coloriram o marcador no Estádio de Alvalade.

Marcel Keizer aproveitou este jogo que serviu para cumprir calendário, já que o Sporting tinha garantido o segundo lugar do grupo E, para fazer algumas alterações em relação ao onze que venceu o Desportivo das Aves por 4-1 no domingo. No total foram oito as alterações promovidas pelo treinador holandês, entrando Salin, Ristovski, André Pinto, Miguel Luís, Petrovic, Mané, Montero e Jovane.

E a primeira oportunidade da partida pertenceu mesmo a um jogador que não tinha jogado no encontro do campeonato. O jovem Miguel Luís desmarcou-se bem e apareceu na cara de Tkachenko, mas permitiu a defesa do guarda-redes da equipa ucraniana. Minutos depois foi Montero a estar perto de marcar. Bom passe de Jovane, a meter em Montero, mas o colombiano não recebe da melhor forma e deixou escapar a bola pela linha de fundo.

A equipa de Alvalade dominou nos primeiros 15 minutos e foi com tranquilidade, e, diga-se, com alguma sorte à mistura que chegou à vantagem aos 17 minutos. Cruzamento para a área de Acuña, Mané recebe mal o esférico e a bola sobra para Fredy Montero que cabeceia para o fundo das redes.

O Vorskla Poltava pouco mostrava em jogo e o Sporting aproveitou esta incertaza para meter um pouco de velocidade no encontro e aumentar a vantagem para 2-0, algo que aconteceu aos 35 minutos. Grande jogada de entendimento entre Carlos Mané e Bruno Fernandes que assiste Miguel Luís para o jovem de 19 marcar aquele que foi o seu primeiro golo com a camisola da equipa principal do clube de Alvalade. Na jogada seguinte Jovane Cabral esteve perto do 3-0. Ristovski cruzou rasteiro, Miguel Luís falhou o remate com a bola chegar ao luso-caboverdiano que atira à malha lateral.

Não foi Jovane, mas Dallku que marcou, ainda que na própria baliza, o terceiro dos 'leões' em cima do apito para o intervalo. Livre batido rapidamente por Ristovski, Bruno Fernandes ganha espaço na área pela direita e cruza para Dallku desviar para a própria baliza pressionado por Montero.

Os 'leões' voltaram a entrar com grande ritmo no segundo tempo e Carlos Mané esteve perto de fazer o 4-0 aos 54 minutos. Trabalho do extremo pela direita que puxa para o pé esquerdo e atira em arco com a bola a sair perto do poste da baliza de Tkachenko. Pouco depois contrariedade para Marcel Keizer. Montero, autor do primeiro golo, saiu de maca em direção ao balneário e entrou para o seu lugar Pedro Marques, avançado que se estreou pela equipa principal leonina.

Até final do encontro, o Sporting foi controlando a partida e ainda houve tempo para uma nova estreia. Bruno Fernandes, que esteve em bom plano no encontro, saiu para a entrada do jovem Bruno Paz. Destaque apenas para um lance em que Pedro Marques se poderia ter estreado a marcar. O jovem de 19 anos surgiu isolado perante Tkachenko, mas foi assinalada posição irregular ao avançado. Noutra jogada, Pedro Marques surgiu sozinho a cabecear na área, mas a bola saiu ao lado.

O Sporting já sabia que ia terminar o Grupo E na segunda posição, somando 13 pontos, menos três do que o Arsenal, que hoje vencer o Qarabag, por 1-0. Vorskla Poltava e Qarabag terminaram a fase de grupos com três pontos.

Esta vitória contribuiu também para que a equipa de Alvalade batesse um recorde. É que os 'verde e brancos' alcançaram um novo máximo de pontos em fases de grupos de uma competição europeia, terminando o grupo E com 13 pontos.

O anterior recorde era de 12 pontos, alcançado em três ocasiões. A primeira vez foi em 2008/09, num grupo com Barcelona, Shakhtar Donetsk e Basileia. As outras duas ocasiões registaram-se na Liga Europa: 2010/11 (Levski, Lille e Gent) e 2011/12 (Lazio, Vaslui e Zurique).

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.