Terminou ontem a aventura no Sporting nas competições europeias. Os 'leões', que viram Jefferson ser expulso no início da segunda parte por acumulação de cartões amarelo, foram eliminados da Liga Europa, depois de empatarem 1-1 na visita ao reduto do Villarreal.

Depois da derrota por 1-0 em Alvalade, a turma de Marcel Keizer até se colocou a vencer com um golo do inevitável Bruno Fernandes em cima do apito para o intervalo, só que a expulsão do lateral esquerdo brasileiro aumentou as dificuldades da equipa de Alvalade.

Em vantagem numérica, o 'submarino amarelo' alcançou o golo do empate que lhe garantiu a qualificação para os 'oitavos' da competição já nos minutos finais por intermédio de Pablo Fornals, sendo que, aos 90+3, Bas Dost teve no pé esquerdo a possibilidade de 'arrumar' com o encontro, mas falhou o remate, o golo e o apuramento.

O Jogo: Keizer voltou a apostar nos três centrais, numa partida marcada pela expulsão de Jefferson

Sem o castigado Marco Acuña, que foi expulso no jogo da semana passada em Alvalade, Marcel Keizer lançou no onze titular o brasileiro Jefferson, repetindo o esquema tático de 3x4x3 que utilizou, e com sucesso, na receção ao Sporting de Braga (3-0), com Bruno Fernandes e Diaby a jogarem novamente no apoio a Bas Dost.

Apesar de ter de ir atrás do resultado, o Sporting entrou na partida algo expectante e à espera que o Villarreal concedesse algum espaço no setor intermédio. Perante a incerteza leonina, os espanhóis assumiram as 'rédeas' do encontro e aproximaram-se algumas vezes da baliza de Salin, que se teve de aplicar em remates de Dani Raba e Llambrich

Bruno Fernandes era dos mais inconformados do lado leonino e seria mesmo o capitão a ser - mais uma vez - o protagonista, desta feita em cima do intervalo: Ramiro Funes Mori errou no passe e deixou a bola à mercê do internacional português, que só parou no momento em que bateu Andrés Fernández.

Se o golo em cima do apito para o intervalo deu um novo alento aos 'leões', a expulsão de Jefferson, na sequência de um lance involuntário, no arranque do segundo tempo, aumentou as dificuldades do conjunto de Alvalade, que teve de se reorganizar num 4x4x1.

Como era expectável, o Villarreal, com mais um jogador em relação ao seu adversário, começou a tomar conta do jogo e começou a jogar quase em exclusivo no meio-campo leonino. Ainda assim, apenas a 15 minutos do final o clube espanhol voltou a criar uma situação, quando Pedraza ficou perto de repetir o tento que marcou em Alvalade.

Porém, a superioridade dos 'espanhóis' fez-se sentir aos 80 minutos, altura em que o 'submarino amarelo' empatou o encontro. Toko-Ekambi, aposta de Javi Calleja para o segundo tempo, assistiu Fornals para o golo que recolocava o Villarreal na frente da eliminatória.

Já em tempo de compensação, Bas Dost teve a oportunidade de colocar o Sporting na próxima fase, mas não conseguiu dar o melhor seguimento a um cruzamento do capitão Bruno Fernandes.

Com a eliminação, o Sporting viu confirmado o histórico negativo nas visitas a Espanha, onde, em 17 jogos, nunca conseguiu vencer para as competições europeias.

Momento: Expulsão de Jefferson

O Sporting marcou o golo em cima do intervalo, e nem deu tempo de reação à equipa espanhola. No entanto, a entrada em falso na segunda parte com a expulsão de Jefferson foi determinante para que os 'leões' não mais conseguissem ser a mesma equipa da primeira parte.

Os melhores:

Salin: Foi provavelmente a figura da partida. Depois da expulsão de Jefferson no segundo tempo assumiu-se como o pronto-socorro da equipa perante a pressão constante dos espanhóis, respondendo com um punhado de grandes defesas

Coates: Esteve intransponível durante os 90 minutos. Na primeira parte esteve em quase todos os erros dos colegas Ilori e Ristovski. No segundo tempo foi um autêntico muro, mas só não conseguiu chegar a tempo do remate de Pablo Fornals que daria o golo dos espanhóis.

Fornals: Foi o melhor jogador do lado do Villarreal. Já tinha sido um dos melhores em Alvalade, e neste jogo marcou o golo que carimbou a passagem do 'submarino amarelo' aos oitavos de final da competição.

Bruno Fernandes: Está numa forma incrível o internacional português. Em cima do intervalo roubou uma bola ao adversário, e fez o golo que empatou a eliminatória. No segundo tempo, fruto da expulsão de Jefferson, passou a atuar mais na esquerda e deu sempre o exemplo pela entrega.

Os piores

Jefferson: A expulsão do brasileiro complicou a partida. É certo que foi expulso na sequência de um lance involuntário, mas a exibição do lateral-esquerdo até então não estava a ser das melhores.

Reações:

Bruno Fernandes: "A expulsão acaba por ser decisiva. Acabámos por sair prejudicados"

Keizer: "Não tínhamos problemas até ao cartão vermelho"

Andrés Fernández: "Expulsão deu-nos o empurrão para conseguirmos passar"

Gudelj: "O nosso foco está agora no segundo lugar"

Javier Calleja: "Fomos superiores nos dois jogos"

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.