Um golo do belga Leander Dendoncker bastou para o Wolverhampton vencer o Aston Villa, em jogo da 32.ª jornada da Premier League.

A equipa de Nuno Espírito Santo subiu a 5.º posto, com 52 pontos, menos dois que o Chelsea, a última equipa em lugar de 'Champions' (e que tem menos um jogo).

Numa 32.ª jornada que decorrerá até quinta-feira, devido aos quartos de final da Taça de Inglaterra no fim de semana, os ‘wolves’ abriram a ronda na casa do Aston Villa e mantiveram a tendência de êxito.

No Villa Park, o Wolves entrou em campo com Rui Patrício, Rúben Neves, João Moutinho e Diego Jota (saiu aos 60). Pedro Neto rendeu Raul Jiménez aos 85 minutos, num jogo onde Nuno Espírito Santo apenas utilizou duas das cinco substituições a que tinha direito.

Bruno Jordão, Daniel Podence e Rúben Vinagre não saíram do banco.

Diogo Jota esteve num dos lances mais perigosos, com exceção do golo, numa reposição de bola do guarda-redes Nyland, com o internacional português a atirar por cima, aos 42 minutos.

Esta foi a terceira vitória da equipa de Nuno Espírito Santo desde a retoma da Premier League: West Ham (2-0), o Bournemouth (1-0) .

Foi também o quarto jogo seguido de Rui Patrício sem sofrer golos.

O Wolverhampton chegou aos 52 pontos, menos dois que o Chelsea, equipa que está no quarto posto, o último que dá acesso à Liga dos Campeões (o 5.º poderá dar se o Manchester City for excluído da Liga dos Campeões devido a irregularidades no fair-play financeiro).

Já o Aston Villa está em 19.º lugar, com 27 pontos, os mesmos de Bournemouth (18.º) e West Ham (17.º), ambos com menos um jogo.

A 32.ª jornada prossegue domingo, com o jogo entre Watford (16.º) e Southampton (14.º), com a ronda a prolongar-se durante a semana e a fechar apenas na quinta-feira, com um frente a frente entre o campeão da última época, o Manchester City, e o virtual da atual, o Liverpool.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.