O treinador do Manchester City, Josep Guardiola, afirmou que o seu cargo ao leme da formação da Premier League poderá estar em risco se não conseguir conquistar a Liga dos Campeões essta temporada.

O City conqusitou cinco troféus a nível interno desde que o técnico espanhol assumiu o comando do clube, em 2016, entre eles dois títulos de campeão inglês, mas não conseguiu nesse período ir além dos quartos de final da 'Champions'.

Esta temporada terá pela frente nos oitavos de final da prova o Real Madrid, com a primeira mão marcada para o final do presente mês, e Guardiola mostra-se empenhado em erguer um troféu que conquistou como jogador e que como treinador também já venceu, no comando do Barcelona, em 2011.

"Quero ganhar a Liga dos Campeões. Sonho com isso e vai ser estimulante preparar os jogos contra o Real Madrid. É um processo que adoro, é dos melhores momentos da minha profissão, ter de pensar naquilo que teremos de fazer para os bater", referiu Guardiola em entrevista à Sky Sports.

"Se não os conseguirmos bater, sei que o presidente poderá vir ter comigo e dizer 'Não chega, queremos a Liga dos Campeões e vamos despedir-te'. E eu responderei 'Ok, obrigado pela oportunidade. Foi um prazer'. Não sei se é o que vai acontecer, mas é o que acontece muitas vezes e olharei para isso com naturalidade", reconhece o espanhol.

Bicampeão inglês, o City tem visto o sonho de chegar ao 'tri' na Premier League esfumar-se esta temporada, com o Liverpool a atingir uma vantagem 22 pontos sobre os 'cityzens' no topo da tabela. Ainda assim, Guardiola não pensa que esta época esteja a ser um falhanço.

"Dizem-me que a nossa época está a ser um desastre, mas se ganharmos a 'Champions' será excecional. Porquê? Porque é uma competição extremamente difícil de ganhar", acrescentou.

"Se assim for, e se não a ganharmos, então terá de se dizer que em mais de 100 épocas de história (103) do Manchester City, 100 foram um falhanço. E isso não é verdade", notou o antigo treinador de Barcelona e Bayern de Munique.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.