Quem vai levantar a 'orelhuda' no próximo dia 23 é incerto, mas o que já é certo é que só um dos semi-finalistas já tem experiência no levantamento do troféu. Do Manchester City-Lyon vai sair mais um 'inexperiente' com a Taça, depois de PSG e Leipzig já terem garantido lugar na próxima fase.

Os dois clubes chegam a Lisboa depois de eliminarem dois tubarões do futebol europeu: o Manchester City - também ele um tubarão - atirou para fora da competição o Real Madrid, depois de bater os 'merengues' por duas vezes nos 'oitavos' (4-2 no agregado); já o Olympique Lyon beneficiou do golo marcado em Turim para atirar a Juventus de Cristiano Ronaldo para fora da Champions, mesmo perdendo por 2-1 na visita a Itália - a equipa francesa venceu em casa por 1-0, totalizando um 2-2 no agregado dos dois jogos.

Agora os dois emblemas procuram repetir o seu melhor resultado na competição: a presença nas 'meias'. Os 'citizens' marcaram presença nas meias-finais da prova milionária em 2016, tendo caído aos pés do Real Madrid, após perder por 1-0 no total dos dois jogos.

Já 'Les Gones' chegaram à penúltima fase da Champions em 2010, tendo sido eliminados pelo Bayern de Munique, perdendo por 1-0 no primeiro jogo e por 3-0 no segundo (4-0 no agregado).

Especial Liga dos Campeões: Acompanhe todas as decisões com o SAPO Desporto! 

Dupla Sterling-Jesus vs Memphis Depay

O Manchester City é, à semelhança de Barcelona e Bayern de Munique, a única equipa que chegou a Lisboa sem somar qualquer derrota na Liga dos Campeões de 2019/2020. A equipa de Pep Guardiola soma, em oito jogos, seis derrotas e dois empates (vs. Atalanta e Shakhtar Donetsk).

Com 20 golos apontados até agora, Guardiola muito pode agradecer à dupla Sterling-Jesus que levam entre si mais de metade dos golos apontados, sendo que o brasileiro foi responsável por metade dos quatro golos que eliminaram o Real Madrid na última fase.

Do outro lado da barricada, o Lyon soma três vitórias e três derrotas nos oito jogos realizados, além de dois empates. De recordar que a equipa francesa fez parte do grupo do Benfica na fase de grupos tendo sido batido pelas 'águias' por 2-1 em outubro e vencido os 'encarnados' por 3-1 no mês seguinte.

A equipa comandada por Rudi Garcia leva 11 golos apontados nesta edição da prova milionária, sendo a equipa na fase final da Champions que menos tentos apontou nos oito jogos realizados.

Desses onze, 55% foram apontados por Memphis Depay. O holandês marcou um golo em cada um dos seis jogos da Champions que jogou, tendo sido da sua responsabilidade dos dois golos que eliminaram a Juventus nos 'oitavos'.

O caminho para Lisboa

Os dois emblemas chegam à capital portuguesa com caminhos bem diferentes entre si: enquanto que o Manchester City teve um caminho pouco acidentado, o Lyon apanhou pior pavimento no caminho para Portugal.

Os 'citizens' começaram a luta pela Liga dos Campeões no grupo C, acompanhados de Atalanta, Shakhtar Donetsk e Dinamo Zagreb. Os ingleses somaram três vitórias nos três primeiros jogos (0-3 vs Shakhtar, 2-0 vs Dinamo Zagreb e 5-1 vs Atalanta), somando depois dois empates consecutivos frente a Atalanta e Shakhtar, antes de terminar a fase de grupos com uma vitória por 1-4 na visita ao terreno do Zagreb.

Seguiu-se depois o Real Madrid nos 'oitavos'. Na primeira mão, os comandados de Guardiola venceram no Bernabéu por 2-1, com golos de Jesus e De Bruyne. Na segunda mão, meses depois, os citizens voltaram a bater os campeões espanhóis pelo mesmo resultado, com golos de Sterling e Jesus, carimbando a passagem aos quartos de final.

Já o Lyon começou a sua participação na Champions juntamente com Leipzig, Benfica e Zenit no grupo G. A equipa francesa somou duas vitórias (Leipzig, Benfica), dois empates (Leipzig, Zenit) e duas derrotas (Benfica, Zenit) nos seis jogos da fase de grupos, mas apesar do percurso acidentado garantiu a presença nos 'oitavos', terminado a fase de grupos com oito pontos, mais um que Benfica (que 'caiu' para a Liga Europa) e Zenit (que ficou fora das competições europeias).

Na 'rifa' dos oitavos calhou a Juventus, mas se os italianos eram vistos como favoritos, o Lyon tratou de mudar isso logo no primeiro jogo, vencendo a 'vecchia signora' por 1-0 em casa, com golo de Depay. Na segunda mão, em Turim, o Lyon perdeu por 2-1 mas o golo do holandês em casa da Juventus deu a vantagem necessária aos franceses que passaram aos 'quartos' graças à regra dos golos fora.

A história dos encontros entre os dois emblemas é curta, tendo apenas duas páginas. City e Lyon defrontaram-se pela primeira vez na fase de grupos da Liga dos Campeões de 2018/2019. No primeiro jogo, em setembro de 2018 na casa dos 'citizens' o Lyon levou a melhor, vencendo por 2-1. Na segunda volta, em novembro, registou-se um empate a duas bolas.

O registo é curto, mas irá o Lyon manter o registo de 0 derrotas frente aos 'citizens'? Ou irá o conjunto de Manchester somar a primeira vitória contra os franceses?

A resposta está guardada para mais logo, a partir das 20 horas no Estádio José Alvalade. O holandês Danny Makkelie será o juiz da partida que pode acompanhar ao minuto no SAPO Desporto.

Especial Liga dos Campeões: Acompanhe todas as decisões com o SAPO Desporto! 

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.