A temporada 2018/2019 não tem sido 'amiga' dos treinadores portugueses além fronteiras. Desde Leonardo Jardim até Marco Silva, passando por José Mourinho e Miguel Cardoso, todos têm passado por dificuldades nos clubes que representam e criticados pelos maus resultados.

Em conferência de imprensa de antevisão ao jogo do AS Monaco frente ao Borussia Dortmund, marcado para esta quarta-feira às 20h00, Leonardo Jardim abordou a crise que os técnicos lusos têm passado.

"Em relação ao momento mais difícil, o futebol é feito de ciclos. Mais importante do que falar só do treinador é falar do projeto global que é o Mónaco", começou por dizer o treinador madeirense de 44 anos que está ao serviço do emblema francês há cinco temporadas.

Sem vencer há oito jogos consecutivos, a equipa do Monaco está no 18º lugar da liga francesa, com seis pontos - uma vitória, três empates e quatro derrotas. Além de ter perdido também o último jogo da Liga dos Campeões, por 2-1, com o Atlético de Madrid. Mas, Leonardo Jardim recordou que "há dois, três anos tivemos os treinadores portugueses em várias meias-finais, finais, quartos de final e hoje em dia temos alguns em dificuldade, mas o futebol é assim".

Além de Leonardo Jardim, também Miguel Cardoso passou por dificuldades na liga francesa. O treinador português chegou a acordo com os dirigentes do Nantes e rescindiu contrato esta terça-feira com o Nantes. Miguel Cardoso esteve ao serviço do Nantes durante oito jogos - uma vitória, três empates e quatro derrotas -, mas os maus resultados da equipa precipitaram a saída do técnico português. O técnico bósnio Vahid Halilodzic foi o escolhido para substituir o português.

Também em Inglaterra os dias têm sido difíceis. Tanto o Everton de Marco Silva como o Manchester United de José Mourinho foram eliminados da Taça da Liga Inglesa. Já na Premier League o Everton segue em 11º lugar com nove pontos - duas vitórias, três empates e duas derrotas -, um lugar abaixo do Manchester United que tem dez pontos - três vitórias, um empate e três derrotas.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.