O Bayern Munique 'aplicou' uma goleada à moda antiga ao Tottenham e venceu em Inglaterra por uns incríveis 7-2, em partida a contar para a segunda jornada do grupo B da Liga dos Campeões. Um endiabrado Serge Gnabry foi o homem da partida ao marcar quatro dos sete golos dos bávaros, numa autêntica tareia à equipa londrina.

O jogo até começou bem para a equipa da casa. Son Heung-Min abriu o marcador aos 12 minutos, aproveitando um erro defensivo do Bayern Munique.

Mas a resposta dos forasteiros surgiu logo de seguida. Kimmich com um remate muito colocado aos 19 minutos estabeleceu a igualdade no marcador, que perduraria até aos 45 minutos, altura em que Lewandowski completou a reviravolta no marcador. Koman assistiu o goleador polaco à entrada da área que rematou sem hipóteses para Lloris, alcançando o golo 55 na prova milionária.

Os sinais não eram positivos para os Spurs depois da qualidade de jogo demonstrada pelos bávaros nos minutos finais do primeiro tempo, mas nada fazia prever o descalabro do segundo tempo.

O recital de Gnabry começou logo no início do segundo tempo. O internacional alemão marcou na conclusão de duas jogadas rápidas dos campeões alemães, colocando o Bayern a vencer por 4-1 logo no início do segundo tempo.

Harry Kane ainda reduziu de grande penalidade aos 61 minutos, mas insuficiente para travar um 'super Bayern'. Aquele que poderia ter sido um balão de oxigénio para a equipa de Mauricio Pochettino acabou por ser o tormento dos 'spurs'. Os londrinos subiram às linhas à procura de reduzir ainda mais a desvantagem, mas acabaram por sofrer mais três golos.

Gnabry, Lewandowski e novamente Gnabry fecharam a 'humilhação' do Bayern Munique ao Tottenham. Os sete golos marcados em Londres são um recorde já que nenhuma equipa tinha marcado tal número na capital inglesa.

Os bávaros lideram agora de forma isolada o grupo B com seis pontos - tinha vencido o Estrela Vermelha na primeira jornada. Já o Tottenham segue na última posição com apenas um ponto.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.