Eusebio Di Francesco não espera facilidades frente ao FC Porto esta terça-feira, em encontro da primeira-mão dos oitavos-de-final da Liga dos Campeões. O técnico dos romanos desvalorizou a ausência de Marega e Corona nos eleitos do FC Porto. De recordar que o avançado maliano tem uma lesão muscular na coxa, ao passo que o mexicano vai cumprir um jogo de castigo.

"O FC Porto tem substitutos muito bons. O Otávio e o Soares, por exemplo, são jogadores com características diferentes, especialmente o Soares, mas são dois jogadores muito fortes. Para além das individualidades, o FC Porto é uma equipa sólida, dura, uma das equipas que ganhou mais duelos defensivos e que joga muito bem coletivamente. A nível físico, será um jogo muito complicado", disse Di Francesco, na conferência de imprensa de antevisão do jogo com os 'dragões'. A mesma serviu para deixar elogios a Sérgio Conceição.

"Está a fazer um grande trabalho, já tinha trabalhado bem no Nantes e está a fazer um percurso em ascenção. Deu identidade à equipa, deu algo importante à equipa, que antes era um grupo de jogadores mais técnicos à procura de um estilo de jogo com qualidade e agora é uma equipa concreta em todos os pontos de vista", atirou.

Na época passada a AS Roma chegou até as meias-finais da prova, depois de afastar o Barcelona nos quartos-de-final. Sobre este jogo com os campeões de Portugal, o técnico dos romanos explica que esta primeira-mão é "uma boa oportunidade para fazer um grande jogo".

Para o jogo com os 'dragões', a Roma já pode contar com o grego Manolas, mas terá outras ausências. Di Francesco confirmou a ausência de de Schik e o regresso do médio Perotti. Olson está em dúvidas.

A AS Roma-FC Porto, da primeira-mão dos oitavos-de-final da Liga dos Campeões, está marcado para às 20h0 desta terça-feira.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.