Instalou-se a confusão em Nápoles, depois do empate com o Salzburgo (1-1) para a Liga dos Campeões.

A equipa decidiu contrariar as ordens do presidente Di Laurentiis e não seguiu para a concentração que o dirigente tinha decretado até ao próximo domingo, na sequência dos maus resultados dos napolitanos.

O autocarro que transportava a equipa de volta a Castel Volturno saiu vazio, segundo a ‘Gazetta dello Sport’.

O treinador Carlo Ancelotti, que também se manifestou contra a indicação de Di Laurentiis, não compareceu na conferência de imprensa para fazer a análise ao jogo.

Além do técnico, Fernando Llorente, jogador designado para falar aos jornalistas, não surgiu na zona de entrevistas rápidas.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.